5 brincadeiras sensoriais para as crianças se divertirem

A terapeuta Amanda Dias indicou brincadeiras que, além de prometerem muita diversão, também estimulam os cinco sentidos. Confira!

430
5 brincadeiras sensoriais para as crianças se divertirem; menino em fundo amarelo brincando com massinha rosa
Brincar de massinha é uma ótima forma de estimular o tato/Foto: Freepik
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

Não é nenhum segredo que o brincar é muito importante para o desenvolvimento infantil. É por meio dele que os pequenos entram em contato com novas texturas, formas, cores, sons, movimentos… Tudo isso vem com naturalidade para a criança. Mas, para os pais que desejam potencializar ainda mais esta importante fase de descobertas e aprendizados, as brincadeiras sensoriais podem ser grandes aliadas. Já tinha ouvido falar delas?

De acordo com Amanda Dias, terapeuta aplicadora de terapia ocupacional, da clínica multidisciplinar Genial Care, de São Paulo, as brincadeiras sensoriais têm como objetivo – além da diversão, é claro – estimular os cinco sentidos: paladar, tato, olfato, visão e audição. “Elas ajudam os pequenos a desenvolverem uma série de habilidades imprescindíveis para sua evolução cognitiva, motora e social”, explicou Amanda. Crianças de qualquer idade podem participar, mas vale destacar que elas são recomendadas especialmente para a fase da primeira infância, isto é, de 0 a 6 anos de idade. Para ajudar os pais, a especialista selecionou cinco ideias de atividades sensoriais muito bacanas que a criançada com certeza vai amar. Confira!

1. Massinha de farinha

Uma brincadeira simples e super divertida! A massinha é feita em casa e super fácil de preparar: basta misturar farinha de trigo e água em um grande recipiente, e mexer até obter uma consistência massuda. Depois é só soltar a criatividade para criar formas diferentes, curiosas e engraçadas.

LEIA TAMBÉM:

2. Construindo com argila

Muito indicada para promover a interação e estimular o aspecto sensorial, a argila pode ser moldada de diferentes maneiras. Além de estimular os sentidos, a criança acompanha a secagem, percebendo a mudança da textura e contemplando a criação de sua “obra de arte” ao final do processo.

3. Congelando os brinquedos

Que tal experimentar uma nova forma de apresentar os brinquedos? Coloque-os em uma caixa plástica com um pouco de água e leve para congelar. Depois, basta desenformar o grande bloco de gelo e estimular a criança a tirar os brinquedos de lá utilizando ferramentas como martelinhos de brinquedo, borrifadores com água morna e outros. Perfeito para os dias mais quentes! A exploração faz parte do processo de descoberta e a brincadeira estimula o sentido da visão.

4. Classificando as formas

Para auxiliar na psicomotricidade e no reconhecimento de diferentes formatos de objetos, coloque em uma lata ou assadeira grãos de feijão, macarrão, botões, clipes ou miçangas. Diga para a criança pegar esses objetos com pinças ou com os dedos e, então, separar em “montinhos” de acordo com características em comum, que podem ser o formato, o tamanho ou até mesmo a cor.

5. Degustando como brincadeira

Sabe aquelas brincadeiras em que você precisa adivinhar qual comida está comendo, mas de olhos vendados? Faça isso e peça para a criança dizer o que é a comida a partir do sabor, ou mesmo dizer o que ela percebe no paladar: doce, salgado, azedo, quente, frio… A escolha das comidas depende do gosto das crianças, mas pode ser uma ótima forma de introduzir novos sabores e texturas também.

LEIA TAMBÉM:

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui