Atividades e receitas divertidas para incentivar uma alimentação mais saudável

Nutricionista sugere convidar as crianças para ajudar no preparo de alimentos, criar refeições temáticas e programar atividades como piqueniques ao ar livre

281
Mãe brinca com filha durante preparo de receita divertida
Ajudar nas tarefas da cozinha favorece a criação de hábitos mais saudáveis
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

Já que a criançada está de férias, que tal envolvê-las em atividades na cozinha? Essa pode ser uma boa maneira de entretê-las por algumas horinhas e ainda permite estimular habilidades como cooperação, organização e responsabilidade. Elas podem ajudar em todo o passo a passo do preparo dos pratos, transformando a “bagunça” em um momento especial em família, que também favorece a conscientização da importância de consumir mais alimentos naturais e menos processados.

A professora de nutrição da Faculdade Anhanguera, Carina Alcalá destaca que todas as receitas podem ser ressignificadas para versões mais divertidas e saudáveis, introduzindo a alimentação de forma lúdica. “As frutas e hortaliças podem ajudar a colorir as preparações. Já as refeições temáticas são excelentes para incluir novos alimentos, a exemplo da sopa do Hulk, com couve ou brócolis; e o arroz da Peppa, cozido com beterraba batida”, afirma. Carina também sugere utilizar fôrmas e utensílios que remetam a personagens, desenhos ou frutas, assim como brincar com as crianças de montar carinhas nos pratos, aproveitando o alface, por exemplo, para fazer os cabelos, o tomate para a boca e a cenoura nos olhos.

Receitas de torradas com carinhas divertidas com frutas
Investir no lúdico nas refeições pode ajudar as crianças a se alimentarem melhor

As crianças podem elaborar a lista de receitas divertidas que serão feitas e ajudar na separação e uso dos ingredientes nas medidas adequadas, ajudando ainda na mistura da massa e nas etapas seguintes necessárias ao preparo. E mesmo os menores, de 2 a 4 anos, podem contribuir de alguma forma, untando a fôrma ou descascando frutas como a banana, por exemplo.  

LEIA TAMBÉM:

Para lanches mais nutritivos, a professora propõe substituir, em receitas como bolos e tortas, a farinha de trigo por farinha integral, de aveia ou amêndoas, bem como reduzir pela metade o açúcar e o óleo utilizados. “Em vez disso, adicionar uma maçã ralada ou banana amassada pode ajudar a deixar o bolo mais doce e úmido, sendo ainda uma maneira de fazer com que as crianças comam frutas“.

Carina aponta que os responsáveis devem evitar deixar à disposição da criança alimentos ultra processados, ricos em açúcar, gordura e sal, como salgadinhos, balas, chocolates, biscoitos e doces em geral.

Outra dica para incentivar bons hábitos alimentares é preparar alimentos em casa que já são conhecidos e apreciados pela garotada.

Versão caseira para alimentos populares entre as crianças

Frutas batidas com leite podem servir de alternativa aos milk-shakes
  • Hambúrguer com carne moída magra;
  • Batatas ‘fritas’ no forno ou fritadeira elétrica;
  • Milk-shake de frutas congeladas;
  • Fondue de frutas com chocolate amargo;
  • Pipoca, nugget e ketchup caseiros.

A nutricionista também recomenda brincadeiras que aproximam as crianças dos alimentos.

Atividades saudáveis para as férias:

  • Fazer piqueniques ao ar livre ou em uma barraca improvisada com lençóis;
  • Plantar verduras em vasos;
  • Descobrir pés de frutas para que possam ser retiradas pelas crianças.

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui