5 filmes e séries para falar sobre bullying com as crianças

Histórias que abordam a temática servem de estímulo para que jovens expressem seus sentimentos e falem sobre o assunto

26869
Garota caucasiana de cabelo castanho longo vestindo uma camiseta vinho e uma jaqueta vermelha conversando sentada com sua mãe, mulher loira de camisa xadrez
Cena do filme No Ritmo do Coração
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

A aparência do corpo, do rosto e a cor ou raça são os principais motivos que levaram alunos a sofrer bullying na escola, na opinião deles mesmos, segundo Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), de 2019. O estudo mostrou que 23% dos estudantes de um universo de 188.000 estudantes de todo o país afirmaram já terem sofrido bullying, ou seja, se sentiram humilhados por provocações feitas por colegas.

Ensinar as crianças a identificar o problema, se defender dele e refletir sobre suas experiências é fundamental para inibir a prática, ressaltam especialistas. Nesse sentido, assistir a filmes, séries e novelas que abordam o bullying pode ser um bom ponto de partida para conversar com os filhos sobre a temática.

O longa “No Ritmo do Coração” (CODA), vencedor do Oscar de melhor filme em 2022, por exemplo, conta a história de uma menina ouvinte que faz parte de uma família surda. A jovem Ruby sofreu bullying durante toda a vida, por ter a língua de sinais como primeira língua, o que a tornou tímida e retraída. 

A coordenadora dos anos iniciais do ensino fundamental do Colégio Marista Paranaense, Sheila Lippmann Hey, diz que as histórias ajudam a expressar os sentimentos dos alunos. “Quando um personagem vive uma situação e a criança ou adolescente reconhece que já sentiu ou viveu algo parecido, ele consegue se expressar sobre o assunto com mais tranquilidade, já que pode comentar sobre aquele enredo e inserir seus pontos e percepções”, reforça. 

Já a psicóloga Bianca Ferreira Larangeira, do Marista Escola Social Ecológica, complementa que recursos como livros e filmes servem de incentivo para que as crianças deem a sua visão de mundo. “Esses temas podem se tornar debates em casa ou na escola, reforçando que esse é um espaço que eles podem contar para revelar seus sentimentos”.

Para assistir com as crianças e adolescentes, as especialistas sugerem uma lista de séries e filmes sobre bullying que podem promover a conscientização sobre o tema. 

1. No Ritmo do Coração – CODA

A sensação no Oscar 2022, “No Ritmo do Coração” levou 3 estatuetas para casa:  Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante. A história  apresenta a jovem Ruby (Emilia Jones), única integrante capaz de ouvir, em uma família de pessoas surdas. Entre o trabalho no barco da família e o sonho de cantar, Ruby sofreu bullying a vida toda, além de se sentir um pouco isolada de toda a família. O filme aborda esses temas com muita sensibilidade e reflexão. 

Onde Assistir: Amazon Prime Video
Classificação indicativa: 14 anos

2. Extraordinário

Um filme para abordar as diferenças. Extraordinário conta a história de August Pullman, o menino de 10 anos que tem o início da sua vida escolar somente aos 10 anos, já que nasceu com uma síndrome rara que gerou diversos problemas de saúde, e até uma deformação no rosto. Ao longo do filme, crianças e adolescentes podem mergulhar neste universo e ver o bullying sendo levantado e discutido por outras crianças. 

Onde assistir: Globoplay
Classificação indicativa: 10 anos

3. As Vantagens de Ser Invisível

Apesar de contar com personagens adolescentes, os debates do longa tocam todas as idades pela sensibilidade e profundidade das questões. Durante o filme, Charlie, um estudante do Ensino Médio que sofreu bullying durante a infância, sofre de depressão e ansiedade. Em uma nova escola, ele enfrenta os desafios de fazer novos amigos, enquanto lida com questões do passado que vêm à tona conforme novas experiências surgem. 

Onde assistir: Netflix
Classificação indicativa: 14 anos

4. As Aventuras de Poliana

A história baseada no livro Poliana, de Eleanor Porter, foi ao ar como uma novela do SBT e logo depois, passou a ser um dos conteúdos mais acessados na Netflix. O enredo que conta a vida da Poliana arrisca no otimismo e no uso do jogo do contente. No ambiente da Escola Ruth Goulart os alunos criaram o Esquadrão Anti Bullying, onde a turma de crianças e adolescentes entra em cena sempre com muito diálogo para combater o bullying no ambiente escolar. 

Onde assistir: Netflix
Classificação indicativa: Livre 

5. Anne com E

A menina ruiva, faladeira e com muitas ideias próprias e inovadoras é a protagonista desse seriado que retrata a vida em 1908. A trajetória de Anne passa por diversos casos de bullying entre os colegas de escola e até em casa, na família que a adota. Suas ideias feministas e igualitárias também destoam da maioria e fazem com que ganhe destaque, nem sempre de maneira positiva, na comunidade. No entanto, ela não desiste, e com força nos vínculos positivos, segue em frente em meio às adversidades.

Onde assistir: Netflix
Classificação indicativa: 12 anos


LEIA TAMBÉM:


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.


O papel da educação parental na criação dos filhos

educação parental é uma prática exercida por profissionais certificados que buscam apoiar mães, pais e responsáveis na criação dos filhos para que estes possam se desenvolver de maneira saudável. Diferentes abordagens ‒ dentre as quais, a disciplina positiva, a parentalidade consciente, a comunicação não violenta e a neurociência ‒ são utilizadas pelos educadores parentais durante os atendimentos com as famílias para ajudá-las a criar vínculos positivos com as crianças, com suporte e estímulos adequados que promovam o desenvolvimento físico, cognitivo, social e emocional dos pequenos.

Profissionais de diferentes áreas atuam na educação parental, entre eles, psicólogos, pedagogos, psiquiatras, professores, terapeutas ocupacionais e pediatras, entre outros. Porém, além da formação de origem, a maioria deles faz cursos específicos voltados a esse campo de atuação.

O Clube Canguru é a maior comunidade de educação parental do Brasil. Trata-se de um espaço de troca e aprendizado, composto por profissionais que têm acesso a workshops, cursos, masterclasses e fóruns de debate, entre outros eventos. Saiba mais aqui sobre essa iniciativa da Canguru News.

2 COMENTÁRIOS

  1. Indiquei essa página em uma discussão sobre bullying.
    Sou psicóloga, mãe e gostei da seleção de filmes e dos comentários sobre a conduta da escola e da família em casos de bullying.
    O dado de que 23% dos adolescentes já sofreu bullying é impressionante.
    Não ao bullying!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui