Atenção à maneira como seu filho segura o lápis

A “pega do lápis” e as habilidades motoras finas, como pinçar algo ou rasgar um papel com os dedos, são aspectos importantes para a escrita e não podem ser esquecidos

4141
Seu filho sabe segurar o lápis corretamente? Veja como ajudá-lo; imagem mostra menina de 4 ou 5 anos escrevendo em um caderno
Metade das crianças até os 3 anos de idade pode usar um lápis de maneira correta

Leia em 3 minutos

Você pode achar que segurar o lápis é algo banal ou super fácil. Mas não é. Segurar um lápis corretamente é uma habilidade difícil para muitas crianças. Metade das crianças até os 3 anos de idade pode usar um lápis de maneira correta e a preensão (também chamada de pega) pode surgir naturalmente por volta dos 4 anos de idade.

A “pega do lápis” e as habilidades motoras finas como pinçar algo ou rasgar um papel com os dedos por exemplo, são importantes para a escrita e não podem ser esquecidos. Você sabe o que é segurar o lápis corretamente? É segurá-lo pela preensão tripoide, que significa dizer segurar apenas com 3 dedos: o polegar, o dedo indicador e o dedo médio no lápis.

A maioria das crianças desenvolvem aquela “pega” no lápis que for mais confortável para elas. Algumas fazem verdadeiros malabarismos e ficam inclusive com calos nos dedos por fazê-lo de forma incorreta. Alguns “jeitos” de segurar o lápis podem produzir problemas na escrita e despertar outras queixas como: letra ilegível, falta de velocidade ao escrever do quadro para o caderno, calo no dedo, mão cansada ao escrever, entre outras.


LEIA TAMBÉM


Apertos de lápis errôneos são hábitos fáceis de mudar apenas nos primeiros anos escolares, portanto, observe se há um padrão de aperto estranho na escrita de seu filho, pois uma “pega” errada pode se tornar irreversível posteriormente. Incentive seu filho a segurar corretamente e aí seguem algumas dicas para te ajudar nesse trabalho.

Veja a posição correta de segurar o lápis

• O lápis deve ser mantido em uma posição estável entre o polegar, indicador e o dedo médio.
• O dedo anelar e o mínimo têm de estar dobrados confortavelmente sobre a mesa.
• O pulso é dobrado ligeiramente para trás e o antebraço está descansando em cima da mesa.

Você pode ainda trabalhar com seus filhos, em casa, a questão da “pega” do lápis usando brincadeiras divertidas que façam as crianças usarem o seu polegar e o dedo indicador, ou seja, façam um movimento de pinça. As brincadeiras devem desenvolver e reforçar os músculos dos dedos polegar e o indicador. A seguir, alguns exemplos.

Brincadeiras que ajudam a criança com a ‘pega’ do lápis

  1. Usar uma pinça para pegar brinquedos e colocá-los dentro de um recipiente.
  2. Tirar e colocar botões nas roupas.
  3. Apertar, empurrar e cutucar massinha de modelar ou argila.
  4. Rasgar papel colorido para atividades de colagem.
  5. Brincar de LEGO.
  6. Usar spray com água para acertar um alvo
  7. Brincar de dedoches – (fantoches de dedos) – é outra ótima maneira de incentivar o uso do dedo indicador isoladamente.

Se liga!
Pegar corretamente no lápis facilita os movimentos da mão no exercício da grafia. Se o lápis não está devidamente posicionado, a mão terá que se esforçar para realizar o movimento e, com isso, a letra poderá ficar ilegíve e a preensão no papel será muito forte.

Vamos aproveitar o momento com as crianças em casa e treinar a “pega” do lápis?


LEIA TAMBÉM


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

Iolene Lima tem 4 filhos adultos (Rafael, Pedro, Mateus e Rebeca). É pedagoga, pós-graduada em psicopedagogia clínica e institucional. Tem especializações em gestão de instituições escolares, qualidade educacional e alfabetização. Dá formação para professores, palestras para pais e consultoria a gestores escolares.

4 COMENTÁRIOS

  1. Eu tenho uma criança de 6 anos que não consegue pegar o lápis. Conhece as letras do alfabeto, conhece a sequência numérica, mas não escreve uma só letra e número.

  2. Oi, Letícia, tudo bem? A colunista e pedagoga Iolene diz que os adaptadores podem ajudar, sim, desde que usados com supervisão de um adulto, que tem de observar se a movimentação das mãos e dos dedos está sendo feita de forma a adequar a pega do lápis. Iolene destaca a importância da criança picotar papel, principalmente o crepom, que contribui muito para desenvolver a motricidade fina, necessária à pega correta. Quanto mais trabalhos que exijam habilidade das mãos, articulação do punhos e olhos (a chamada coordenação visomotora), como rasgar, recortar (em cima da linha) e fazer bolinhas de papel, tudo isso ajuda a melhorar pega do lápis. Além disso, a escola também pode ajudar nas orientações e acompanhamento da criança. Espero ter podido ajudá-la. Um abraço, Verônica

  3. Meu filho tem 9 anos e não consegue fazer a pega correta. Ano passado, ele tinha a letra muito bonita. Este ano, já começou o ano com a letra difícil de entender, muito espaçada. Eu já tentei fazer ele pegar da maneira correta, mas ele não aceita. Chora, reclama. Aqueles adaptadores de borracha que encaixam os dedos pra pegar os lápis podem funcionar?

    • O polegar e o dedo médio seguram primeiro a caneta ou lápis, depois vem o indicador suavemente e faz o tripé. É diferente de pegar com o indicador e polegar e escorar com o dedo médio depois, quando a força será muito grande, e em consequência, pode-se perder a escrita, conhecida como distonia da escrita ou câimbra de escrivão. É preciso esquecer a maneira errada de pegar com força e reaprender a escrever com a pega de forma suave. Vai levar tempo e rquer treinamento. O indicador exerce sua leve pressão pelo centro do dedo, não pelas bordas, enquanto polegar e dedo médio seguram suavemente. Espero que este comentário possa ajudar!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui