A influência da psicologia das cores nos ambientes infantis

O uso das cores na decoração do quarto da criança pode trazer conforto e segurança, favorecendo o aprendizado e o desenvolvimento, explica arquiteta

213
Uso de cores em ambientes infantis favorece o desenvolvimento saudável
Uso de cores em equilíbrio é importante para o bem-estar dos pequenos
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

As cores podem beneficiar as crianças de várias maneiras, desde estimular a curiosidade e a criatividade, até ajudá-las a se concentrar melhor. Nos ambientes infantis, criar uma história visual ou explorar diferentes tonalidades das cores têm o poder de afetar nossas emoções e até mesmo nosso comportamento, trazendo benefícios significativos aos pequenos. Muitos arquitetos e designers de interiores utilizam na decoração o conceito da psicologia das cores, que se baseia em análises do cérebro humano para interpretar os diferentes tons e quais são as emoções e sensações que eles trazem.

Segundo a arquiteta Hana Lerner, o uso das cores pode oferecer uma camada extra de conforto, ajudando a criança a se sentir segura e protegida em seu espaço. “As cores certas têm o poder de transformar um espaço e criar um ambiente encorajador. Nos espaços infantis, os princípios da psicologia da cor são especialmente importantes, pois podem ajudar a fomentar qualidades como felicidade e criatividade”, explica. 

Ela diz que estudos já mostraram como a cor pode ser uma ferramenta poderosa para favorecer o aprendizado e o desenvolvimento. E lembra que além das cores, aspectos como a iluminação, a decoração e o arranjo dos móveis também devem estar em harmonia favorecendo assim o bem-estar infantil.  

LEIA TAMBÉM:

Da arte da parede colorida aos móveis com acentos brilhantes, há muitas formas de tornar os ambientes infantis aconchegantes e divertidos. “Ao procurar decorações e móveis para o quarto das crianças, considere opções de cores que sejam alegres, calmantes e convidativas. Pense sobre o tipo de emoção que você quer que seu filho experimente no espaço deles”, sugere Hana.  

Tons de vermelho remetem a energia e força, enquanto os azuis passam uma sensação de tranquilidade. Abaixo, veja definição de cores segundo o livro Psicodinâmica das cores em comunicação, de Modesto Farina.  

Entenda o significado das cores

Azul: transmite harmonia, simpatia, confiança, amizade, tranquilidade e paz. É a cor do infinito, do céu, do entorno, vista como a cor de preferência por aproximadamente metade da população mundial. 

Amarelo: remete a alegria, espontaneidade, ação, poder, impulsividade, dinamismo. 

Vermelho: proporciona energia, força, sensualidade, consumismo, revolução; interfere no sistema nervoso simpático sendo responsável pelos estados de alerta.

Verde: mistura do amarelo e do azul, sugere calma, frescor, esperança, amizade e equilíbrio. Além de todas as conexões com a ecologia e a natureza.

Fonte: Livro Psicodinâmica das cores em comunicação, de Modesto Farina, 2006, Editora Blucher.

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui