5 receitas para crianças que gostam de comida oriental

Chefs indicam receitas de origem japonesa e chinesa, que usam alimentos cozidos e fazem sucesso entre a criançada

173
5 receitas para crianças que gostam de comida japonesa; bolinhos de arroz japonês com recheio de salmão grelhado
Bolinho de arroz com gergelim, recheado com salmão grelhado

Leia em 6 minutos

A culinária oriental caiu no gosto dos brasileiros e muitas famílias, hoje, consomem pratos da comida japonesa como os sushis, sashimis e Temakis, feitos com peixes como atum e salmão crus. Opções cozidas, porém, como os bolinhos de arroz com salmão grelhado, manga ou pepino, costumam ser mais aceitas pelas crianças que estranham o sabor do pescado cru. No Japão, há uma grande consumo de peixes e frutos do mar, mas o alimento indispensável nas refeições é mesmo o arroz “Gohan”, bem como a sopa de pasta de soja, aqui conhecida como Missoshiru.

O cozinheiro Luan Cavalcante, do Rio de Janeiro, diz que a comida asiática é bem simples e fácil de fazer, porém complexa no sabor. “Cada ingrediente é uma explosão de sabores. É preciso ter a mente aberta e muita criatividade para preparar os pratos”, afirma Luan. Quanto aos ingredientes, ele ressalta: “ A grande questão é que usamos alimentos que normalmente não temos em casa, mas é possível encontrar em qualquer loja especializada em produtos asiáticos”.

No clima das Olimpíadas de Tóquio, que recém terminaram, indicamos quatro receitas de comida japonesa, feitas com alimentos cozidos, e uma receita chinesa, que fazem sucesso entre a criançada. As dicas são do cozinheiro Luan e da equipe do restaurante de culinária ítalo-japonesa, Magô, localizado em Itaim Bibi, em São Paulo, que conta com os chefs Alessandro Segato, Ricardo Hashimoto, Clóvis Kamikaw e Isael da Costa. Confira.

Oniguiri de panda – bolinho de arroz recheado com salmão grelhado

Ingredientes:
250g de arroz japonês
50g de salmão
5g gergelim branco torrado
1 unidade de folha de Nori (alga)
Quanto baste de sal refinado
Quanto baste de azeite extra-virgem
Mix de folhas verdes, salsa crespa e tomatinhos cereja para decoração
Rendimento: 2 porções (4 unidades)

Modo de preparo:
Lave o arroz japonês e escorra. Leve ao fogo médio em uma panela semi tampada com água na proporção de 2 quantidades de água para cada 1 de arroz. Ao iniciar a fervura, tampe totalmente a panela até que a água evapore quase por completo. Apague o fogo e mantenha tampado por aproximadamente 15 minutos. Em uma frigideira anti-aderente, grelhe o salmão com o azeite até ficar bem dourado e tempere com sal refinado. Desmanche-o em pequenos pedaços. Adicione o gergelim ao arroz cozido e misture bem. Acrescente um pouco de sal refinado, se quiser. Separe em porções de aproximadamente 100 gramas.

Montagem:
Faça um bolinho com o arroz, recheando-o com o salmão grelhado e molde-o em um formato oval. Decore com a alga para que forme os desenhos dos olhos e nariz. Monte num prato decorando com as folhas e os tomatinhos.

Ursinho Yakimeshi com Tamagoyaki – bolinho de arroz com omelete

Ingredientes:
250g arroz tipo japonês
50g cebola
1 dente de alho
20ml de shoyu
2 ovos caipira
1 folha de Nori
1 fatia fina de queijo mussarela
Quanto baste de sal refinado
Salsa crespa para decoração

Modo de Preparo:
Yakimeshi: Lave o arroz japonês e escorra. Leve ao fogo médio em uma panela semi tampada com água na proporção 2 quantidades de água para cada 1 de arroz. Ao iniciar a fervura, tampe totalmente a panela até que a água evapore quase por completo. Apague o fogo e mantenha tampado por aproximadamente 15 minutos. Em uma frigideira antiaderente, suar o alho picado e a cebola na manteiga. Adicione o arroz japonês cozido e tempere com o shoyu e o caldo de legumes. Reserve.
Tamagoyaki: Bata bem os ovos e adicione uma pitada de sal. Despeje e distribua de forma uniforme numa frigideira antiaderente de aproximadamente 28cm e leve em fogo baixo, para que os ovos cozinhem lentamente, sem dourar. Reserve.

Montagem:
Separe e molde arroz temperado seguinte forma:
4 porções de 15 gramas (braços e pernas)
2 porções de 5 gramas (orelhas)
1 porção de 100 gramas (tronco)
1 porção de 75 gramas (cabeça)

Corte o omelete em forma retangular. Enrole as bordas para formar o “travesseiro”. Corte a fatia de mussarela e a alga para fazer os detalhes do nariz e olhos. Monte cuidadosamente essa comida japonesa em um prato conforme a foto.

Missoshiro dashi – sopa de pasta de soja

Ingredientes:
‌1 unidade de Kombu‌ (alga)
5 unidades cogumelo shitake seco
‌2 litros de água
‌250 ml de Dashi (caldo feito a partir do kombu)
‌50g de missô (pasta de soja fermentada)
‌10 ml de saquê mirim (destilado usado na culinária japonesa)
‌Quanto baste de lâminas de katsobushi (tempero japonês feito a partir da fermentação e defumação do peixe bonito seco)
‌100g de tofu (queijo feito de soja)
‌Quanto baste de cebolinha

Modo de preparo:
Acrescente todos os ingredientes em uma panela. Assim que começar a ferver, desligue o fogo e deixe infusionar por no mínimo 30 minutos e coe. Em uma panela coloque o Dashi e o missô, sem deixar ferver, misture em fogo baixo até que toda a pasta tenha dissolvido. Acrescente o saquê e desligue o forno.

Experimente: Caso prefira mais ácido, acrescente mais saquê mirim, se preferir suave acrescente mais Dashi. Se quiser mais fermentado, coloque mais missô. A utilização do katsobushi é opcional, mas eleva muito o sabor do prato.

Acrescente ao final o katsobushi, junto com o saquê mirim. Lembre-se de ir experimentando aos poucos até estar do seu agrado. Passe para uma tigela e acrescente o tofu cortado em cubos e a cebolinha picada. Há quem goste de temperar o tofu e até mesmo grelhar na frigideira, para assim acrescentar mais sabor a sopa.

Tamago kake gohan – arroz cozido, ovo cru e condimentos de peixe

Ingredientes:
80g de arroz japonês
‌250 ml de água ou Dashi (caldo feito a partir de alga Kombu)
‌20 ml de saque mirim (bebida destilada da culinária japonesa)
‌20 ml de shoyu
‌1unidade de ovo
‌Quanto baste de furikake (condimento feito a partir de peixes secos e moídos)

Modo de preparo:
Coloque o arroz na água em uma tigela, esfregue-o até que a água fique com o aspecto leitoso. Escorra com uma peneira e repita esse processo 5 vezes até que a água fique transparente. Em uma panela acrescente o arroz com água fria ou Dashi e leve em fogo alto. Assim que começar a ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por 12 minutos. Quando estiver pronto, passe para uma tigela o arroz, ainda quente e tempere com shoyu e saquê. Coloque o ovo cru por cima do arroz e finalize essa comida japonesa com o furikake.

Ovinhos no ninho de Yakissoba

Ovinhos de codorna no ninho de yakissoba.

Ingredientes:
100g macarrão para yakissoba
80g filé mignon em tirinhas
30g repolho cortado em tiras
30g cenoura em tiras finas.
30g vagem
30g brócolis ninja
30g couve Flor
5g alho picado
5g gengibre fresco picado
50ml molho shoyu
10g amido de milho
150ml caldo de legumes
5g açúcar refinado
6 undades de ovo de codorna
cebolinha picada e brotos para decoração

Rendimento: 2 porções

Modo de preparo:
Cozinhe o macarrão para yakissoba e reserve. Cozinhe os ovinhos e reserve descascados. Em uma frigideira, doure o alho e o gengibre picado. No fogo alto, acrescente o filé mignon, a cenoura e a cebola. Em seguida, acrescente todos os legumes e o repolho e salteie rapidamente. Adicione o shoyu com o caldo de legumes e o amido de milho previamente misturados. Mexa até o caldo atingir uma consistência de molho (napê). Separe os legumes e aqueça o macarrão já cozido no molho, para que obtenha sabor e cor.

Montagem:
Faça um ninho com o macarrão. Use uma cumbuquinha sobre o prato se preferir e coloque os ovinhos cozidos no meio. Monte os legumes em volta conforme sua criatividade. Decore com as cebolinhas picadas e os brotos.


Leia também: 3 receitas de doces gostosos e saudáveis para crianças


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

Jornalista formada pela UFRRJ, colaborou com diversos veículos de comunicação, inclusive, a revista Canguru News, em 2017 e 2018. Tem também experiência em fotografia e audiovisual. Antirracista, foca seus trabalhos na temática de raça e gênero. Acredita que a mudança acontece a partir da educação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui