Tamanho é relativo!

O escritor Leo Cunha apresenta dois livros que tratam da intrigante questão do tamanho

129

Leia em 2 minutos

Diante do mar, uma criança se sente tão pequenina. Porém, perto de uma formiga, ela pode ser gigante! O tamanho é relativo, como descobriu Alice ao mergulhar no País das Maravilha, Gulliver ao desembarcar em Lilliput e em Brobdingnag, ou a turma do Sítio do Picapau Amarelo, quando encontraram a chave do tamanho.

Na coluna deste mês, destaco dois lançamentos que jogam novas luzes na intrigante questão do tamanho.

Dois livros que mostram que a questão do tamanho é relativo; capa de "O livro das palavras grandes"

Em O livro das palavras grandes e dos desenhos pequenos, o casal Alexandre de Castro Gomes e Cris Alhadeff nos surpreende o tempo todo, desde o título. Epaminondas, com seu nome comprido, é um rato bem pequeno. Já Afonsão é um sujeito tão pequeno que cabe dentro de uma garrafa de dois litros. E as ilustrações, que geralmente ocupam tanto espaço, neste livro são miudinhas, e podem até mesmo se esconder no meio das letras!

Dois livros que mostram que a questão do tamanho é relativo; capa do livro "Imensamente pequeno"

Eu sua obra, o escritor e ilustrador Alexandre Rampazo gosta de explorar a questão do espaço e das distâncias. Seu novo livro, Imensamente pequeno, direciona o olhar para a questão do tamanho e sua relatividade. O protagonista do livro é um menino que sente algo crescendo dentro do peito e se pergunta que tamanho tem o mundo. Os objetos, os cheiros, os sonhos e as histórias: será que tudo isso cabe dentro de um livro?

Ficha Técnica:

O LIVRO DAS PALAVRAS GRANDES E DOS DESENHOS PEQUENOS. Texto de Alexandre de Castro Gomes, ilustrações de Cris Alhadeff. Editora Saberes e Letras (selo do grupo Paulinas), 2021.

Ficha técnica:

IMENSAMENTE PEQUENO. Texto e imagens de Alexandre Rampazo. Editora Leiturinha, 2021. 

Sobre os autores:

Alexandre de Castro Gomes, carioca, é professor e escritor com mais de 40 livros publicados.

Cris Alhadeff, carioca, é ilustradora, designer e criadora de estampas.

Alexandre Rampazo, paulista, é um dos mais premiados autores da literatura infantil contemporânea.


Leia também: Livros que são como música para os olhos


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

O escritor Leo Cunha publicou mais de 60 livros, como “Um dia, um rio”; (Ed. Pulo do Gato), “Virando a página”; (Ed. FTD), “Infinitos”; (Ed. Melhoramentos) e “O Livro Maluco das Poções Mágicas”; (Ed. do Brasil). Recebeu os principais prêmios da literatura infantil brasileira, como Jabuti, Nestlé, FNLIJ, Biblioteca Nacional e João- de-Barro. É também jornalista, tradutor e professor universitário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui