Tudo sobre “Luca”, a nova animação da Disney

Confira algumas curiosidades sobre o filme para entrar no clima do lançamento

333
Tudo sobre “Luca”, a nova animação da Disney que estreia hoje; pôster do filme
Disney/Reprodução

Leia em 5 minutos

Prepare-se para uma aventura mágica pela Itália. “Luca”, novo filme da Pixar e Disney, estreia hoje (18) na plataforma do Disney+. O público é transportado para a Riviera Italiana enquanto acompanha um verão inesquecível de Luca, com cenas repletas de macarronadas, gelatos, lambretas e passeios pela cidade. Porém, o protagonista e o seu amigo, Alberto, escondem um segredo inusitado: os dois são monstros marinhos de um mundo embaixo d’água.

A animação traz uma história envolvente e divertida sobre amizade e sobre sair da sua zona de conforto. O diretor, Enrico Casarosa, descreve “Luca” como uma “carta de amor para os verões da nossa juventude ー aqueles anos de formação em que você está se descobrindo”. Este não é o primeiro filme de sucesso de Casarosa, em 2012, foi indicado ao Oscar por “A lua”, na categoria “Melhor Animação em Curta-Metragem”. Por isso, as expectativas para a sua nova produção já eram altas.

Confira algumas curiosidades e informações sobre “Luca” para entrar no clima do lançamento!


Leia também: Maratona do cinema em casa: 8 lançamentos do streaming mais badalados


Sobre os personagens principais

Luca Paguro, que dá nome ao filme, é um inteligente e curioso monstro marinho de 13 anos. Embora ele tenha sido avisado durante sua vida inteira de que o mundo humano é um lugar perigoso, ele anseia por algo além de sua vida tranquila na fazenda submarina. Por isso, quando Alberto Scorfano, um outro monstro marinho, leva Luca para cima da superfície, seus olhos se abrem para um novo mundo cheio de possibilidades. 

Alberto é um personagem entusiasmado e expressivo, que adora explorar e se divertir pelo mundo humano. Uma curiosidade é que seu sobrenome, Scorfano, significa peixe-escorpião em italiano, mas é comumente usado na Itália como uma expressão para indicar uma pessoa que não é bonita. 

Outra personagem que se junta aos dois protagonistas é Giulia Marcovaldo, uma menina aventureira, extrovertida e encantadora que ama ler e aprender, mas que nunca teve muitos amigos. Quando conhece a dupla Luca e Alberto, Giulia fica mais do que feliz em acompanhá-los na aventura.

Inspirações para a produção do filme

Em entrevista para o jornal El País, o diretor conta que se inspirou nas suas próprias experiências durante a sua infância em Gênova, cidade portuária na Riviera Italiana, onde se passa a animação. “Talvez eu pense mais nas crianças que outros diretores da Pixar. E também na criança que há dentro dos adultos. Quero viajar com nostalgia ao mundo da infância. A esse sentimento do deslumbramento, da brincadeira. Não faço a equação ‘Isto não é suficientemente complexo para um público mais velho’, como ‘Soul’ [o filme anterior da produtora] não se preocupava com que os pequenos tivessem que entender tudo. Espero que os sentimentos sejam fortes: traição, vergonha, remorso, tristeza. Mas quero que pareça agridoce, que a emoção chegue com dolcezza”, explica Enrico Casarosa.

Além disso, os personagens principais da animação, Luca e Alberto, são baseados no próprio diretor e seu amigo de infância, também chamado Alberto, que ele conheceu aos 12 anos de idade. Falando em inspiração, também é possível ver influências dos filmes italianos dos anos 1950, incluindo “A Estrada da Vida (La Strada)” e “A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday)” na animação de Casarosa. Pôsteres criados pela Pixar para ambos aparecem no filme. Outras fontes de inspiração incluem mitos, lendas e tradições italianas.


Leia também: “Cruella”, a vilã de “101 Dálmatas”, estreia novo filme; assista ao trailer


Reprodução autêntica

O diretor já não vive na Itália há muitos anos, por isso, decidiu visitar a cidade de Luca, Cinque Terre, na Riviera Italiana, para que o filme trouxesse um cenário verossímil. Os cineastas fizeram uma longa pesquisa sobre a cultura local, a arquitetura e a sensação geral do ambiente do longa. Inclusive, todas as vozes de fundo de crianças no filme foram gravadas por crianças locais. Até mesmo checaram com membros da Disney Itália sobre como os personagens deviam gesticular para garantir que o filme não reproduzisse comportamentos estereotipados dos italianos. 

A comida também foi outro fator muito bem analisado na pesquisa. Como a cozinha é um dos aspectos mais característicos da Itália, era preciso que fosse retratada com autenticidade na animação. Casarosa até convidou os membros da equipe para jantar na casa de seus pais em Gênova. Além disso, a receita do pesto que aparece no filme, por exemplo, passou pela aprovação das avós locais. 

Sobre a trilha sonora, Enrico Casarosa incluiu músicas familiares para qualquer habitante da Itália. Originalmente, ele queria que o lendário compositor italiano Ennio Morricone fizesse a trilha, mas o maestro faleceu em julho de 2020, antes que o diretor tivesse a chance de convidá-lo. O filme será dedicado em sua memória.


Leia também: Quarto e último filme do “Hotel Transilvânia” estreia em julho; confira o trailer


Referências do filme

Na animação, há uma mensagem para um dos membros da equipe da produção. Em uma cena, quando Luca e sua amiga Giulia olham pelo telescópio, ela menciona que o objeto pertence ao “Velho Bernardi”. Essa é uma homenagem ao grande amor que Chris Bernardi, supervisor de set, tem pela astronomia e astrofotografia. Tanto é que ele possui seis telescópios!

Além disso, a Disney tem o costume de incluir em seus filmes os chamados “easter eggs”, isto é, pequenas referências a outras produções dentro do próprio filme que podem passar despercebidas. Foi revelado que “Soul” apresenta uma referência a “Luca”. Logo depois que 22 se apodera do corpo de Joe, ela sai andando por Nova York e passa em frente a uma agência de viagens, com vários cartazes. Em um deles é possível ler as palavras “Visite Portorosso”, a mesma vila fictícia onde se passa a nova animação. O anúncio também tem outra pista logo abaixo: “Fly Luca Airlines”, que em português seria “voe pela companhia aérea Luca”. Confira:

Disney/Reprodução

Curiosidades dos bastidores 

Para ajudar os animadores a criar as expressões arredondadas nas bocas do filme, existem 221 e 223 controles individuais nas bocas de Luca e Alberto. Para Giulia, os artistas criaram um visual diferente, adotando formas triangulares, especialmente no seu cabelo e nas suas calças. Outra curiosidade é que Luca, em sua forma de monstro marinho, tem 3.436 escamas em seu corpo.

Atividade especial

A Disney e a Pixar produziram atividades infantis sobre o filme “Luca” para divertir as crianças. Os pequenos poderão brincar de “encontre os erros” e colorir os personagens da animação.

Acesse a atividade em: bit.ly/DisneyPixar_Luca_AtividadesInfantis


Leia também: Jeff Lemire, o “pai” de “Sweet Tooth”, fala sobre a nova adaptação da Netflix


Gostou do nosso conteúdo? Receba a Canguru News semanalmente no seu e-mail. É grátis!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui