Uma mente saudável é essencial para um bom relacionamento em família

A relação saudável consigo mesmo e com as pessoas com as quais você se relaciona exige que você consiga gerenciar seus pensamentos e tenha controle da sua própria mente, diz psicóloga e colunista da Canguru

154
saúde mental
Muitas vezes, nosso maior inimigo, quem mais nos sabota e mais nos desanima, são os nossos próprios pensamentos.

Você sabia que a mente mente? Isso acontece pois os pensamentos são involuntários e independentes da consciência e do desejo de pensar. No entanto, isso não significa que você deve ser refém deles. Pelo contrário: para ter uma relação saudável consigo mesmo e com as pessoas com as quais você se relaciona, principalmente com a sua família, é preciso gerenciar seus pensamentos e assumir o controle da sua mente.


Muitas vezes, nosso maior inimigo, quem mais nos sabota e mais nos desanima, não é uma pessoa. Você pode até projetar essas ações em seu marido, filho ou em seu chefe, por exemplo, mas, na maioria das situações, quem está agindo contra você é sua própria mente. Ou seja, são seus pensamentos dizendo que você não é capaz e que ninguém lhe valoriza, estimulando o “coitadismo” ou o conformismo. Cuidado, a mente mente!


Ou você aprende a desenvolver um Eu crítico, que questiona e que indaga cada pensamento de conteúdo negativo, colocando os pensamentos em seus devidos lugares, ou você será um eterno escravo deles e sentirá os impactos negativos em sua relação familiar: discussões, distanciamento, falta de conexão.

Reflita: você é escravo do que você pensa ou é autor da sua própria história e sabe que pensamentos vêm e vão, independentemente do desejo consciente?


É preciso entender que nós não conseguimos controlar a mente, mas nós temos o poder de gerenciá-la. Não despreze o poder que há em você de ser saudável, inteligente e livre. Afinal, sua mente pode até lhe sabotar, mas quando os pensamentos negativos vierem, você pode impugná-los. Questione e critique os pensamentos sabotadores e não os deixe controlar sua
autoimagem, seus relacionamentos e nem seus sonhos!

Eu não permito que a minha mente pense e rumine qualquer coisa. Quando vem um pensamento negativo, eu paro, e afirmo “aqui não, aqui não é casa de ninguém”. E você? Quem gerencia sua mente: seus pensamentos ou o seu Eu?


LEIA TAMBÉM


Camila Cury é psicóloga e autora do livro “A beleza está nos olhos de quem vê” (Ed. Sextante). É presidente e fundadora da Escola da Inteligência, maior programa de educação socioemocional do Brasil, aplicado em mais de 1,2 mil escolas. Tem dois filhos, Augusto, de 4 anos, e Alice, de 3.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui