Dois livros que falam de tragédia e afeto em alto mar

Até mesmo grandes desastres podem inspirar poemas ou narrativas e encantar e emocionar os pequenos

67
Dois livros que falam de tragédia e afeto em alto mar
Livros infantis podem tratar de qualquer assunto, desde que com bom senso, responsabilidade e respeito pelo leitor, analisa o escritor Leo Cunha

Será que existe tema proibido para a literatura infantil? Eu, particularmente, acredito que não. Qualquer assunto pode ser tratado num livro para a infância, se os autores e editores tiverem bom senso, responsabilidade e respeito pelo leitor. Mortes, perdas, sofrimento, até mesmo grandes tragédias podem inspirar poemas ou narrativas com capacidade de encantar e emocionar os pequenos. É o caso, por exemplo, dos dois livros que apresento este mês, ambos baseados em grandes tragédias ocorridas nos oceanos.

Escrito por Severino Rodrigues, Amar busca inspiração no imenso derramamento de óleo que atingiu o litoral nordeste do Brasil, em 2019, poluindo praias, destruindo plantas, contaminando aves, peixes, tartarugas, e, claro, destruindo os planos de milhares de pessoas que desejavam pescar, nadar ou simplesmente visitar nossa costa.

O autor traz a grande tragédia para o cotidiano de uma garota que chega à praia e depara com horríveis manchas pretas na areia. Para lidar com a situação, ela vai precisar de ajuda e, mais que isso, coragem e afeto. O livro é lançamento de 2021.

O segundo livro nasceu logo após o grande tsunami que devastou a região da Indonésia, em 2004. Na época, o escritor Luiz Raul Machado leu no Jornal do Brasil a inusitada notícia de uma tartaruga gigante que “adotou” um hipopótamo que se perdeu da família, após as inundações provocadas pelo tsunami. A história de Õe conta a relação dos dois animais – o jovem hipopótamo Õe e Mzi, um tartarugão de 120 anos, que o acolhe. Um encontro inesperado e repleto de afeto, com um recado ousado e libertador: “Coração mistura amores”.

Ficha Técnica:
AMAR. Texto de Severino Rodrigues e ilustrações de Laerte Silvino.
Saberes e Letras, 2021.

A HISTÓRIA DE ÕE. Texto de Luiz Raul Machado, imagens de Giselle Vargas.
Editora Dimensão, 2006.

Sobre os autores:
Severino Rodrigues, pernambucano, é escritor e professor. Laerte Silvino, pernambucano, é ilustrador, designer e quadrinista.
Luiz Raul Machado, carioca, é escritor, professor e editor. Giselle Vargas, mineira, é designer e ilustradora.


LEIA TAMBÉM:


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

O escritor Leo Cunha publicou mais de 60 livros, como "Um dia, um rio" (Ed. Pulo do Gato), "Infinitos" (Ed. Melhoramentos), “Vira-lata” (Ed. FTD) e "A grande convenção dos sapos" (Ed. Globo). Recebeu os principais prêmios da literatura infantil brasileira, como Jabuti, Nestlé, FNLIJ, Biblioteca Nacional e João-de-Barro. É também jornalista, tradutor e professor universitário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui