Grávidas sem comorbidades podem se vacinar contra Covid-19 em São Paulo

Esse grupo deve receber doses do imunizante CoronaVac e Pfizer, já que a vacinação com AstraZeneca foi suspensa em gestantes

Grávidas sem comorbidades podem se vacinar contra Covid-19 em SP; grávida de máscara está sentada em colchonete
Para receber a vacina, gestantes devem levar pedido médico

Leia em 1 minuto

Por Metro World News – A cidade de São Paulo começa a vacinar contra covid-19 as mulheres grávidas e puérperas (que tiveram filhos nos últimos 45 dias) acima de 18 anos, sem comorbidades, nesta segunda-feira (7).

As gestantes e puérperas que forem se vacinar devem apresentar nas unidades de saúde um pedido do médico para que essa pessoa seja vacinada. Esse grupo deve receber doses do imunizante CoronaVac e Pfizer, já que a AstraZeneca não é recomendada para gestantes.

Além de São Paulo, São Bernardo do Campo e Campinas iniciam a imunização das grávidas sem comorbidades nesta segunda-feira.

No calendário do governo estadual, o grupo das gestantes sem comorbidades começa a ser vacinado no dia 10 de junho (quinta-feira).

Mães que possuam comorbidades e que estejam amamentando bebês de até um ano na capital também podem receber a vacina contra covid-19. Para isso, basta apresentar a certidão de nascimento do bebê e um atestado de comorbidade ao posto de saúde.

Começam a ser imunizadas também nesta segunda-feira pessoas com comorbidades ou deficiências permanentes com idade entre 18 e 29 anos, um público estimado de cerca de 550 mil pessoas.


Leia também: Gestantes vacinadas com Astrazeneca devem tomar 2ª dose 45 dias após o parto


Gostou do nosso conteúdo? Receba a Canguru News no seu e-mail. É grátis!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui