As crianças sem escola, sem recreio: o futuro ameaçado

Projeto Lição de Casa coletou a história de 70 crianças de todo o Brasil, que se encontram em situação de vulnerabilidade durante a pandemia

Crianças em situação de vulnerabilidade durante a pandemia; menina de trança morena está sentada e olha para o horizonte séria

Leia em 2 minutos

Poucos dias depois que a escola de Rafaela, de 10 anos, fechou em Manaus, ela começou a acompanhar a mãe no trabalho de diarista. Para que os patrões aceitassem a presença da menina, a criança passou a limpar, varrer a casa, lavar a louça. A menina não sabe se e quando voltará para a escola.

No agreste pernambucano, Bruno, Felipe, Rafael e Vicente (nomes fictícios), com idades entre 10 e 13 anos, empurram carrinhos de construção numa feira de alimentos. Quando ganham de R$ 10 a R$ 15 por dia, ajudam nas despesas de casa. A escola ficou para trás na pandemia e os pequenos mergulharam no mundo do trabalho infantil. Nenhum deles sabe dizer o que é aula virtual.

Para Renato (também nome fictício), 13 anos, o ensino remoto é impraticável. Criado pela avó analfabeta, catadora de latinhas nas ruas de Brasília, o menino sempre teve muita dificuldade na escola. Agora, com a pandemia, passou a trabalhar numa lanchonete. Sem computador, sem celular, sem auxílio, a escola ficou no passado.

Kauã (nome fictício), 11 anos, é uma das várias crianças que trabalham num aterro sanitário em Belo Horizonte, puxando carroças abarrotadas de entulhos. Se estudar já era difícil, agora parece um sonho.

Jéssica (nome fictício), de 17 anos, tentou, no início da pandemia acompanhar as aulas online. Moradora de Barra do Ribeiro, município do Rio Grande do Sul, a adolescente sempre foi craque em matemática. Para seguir no ensino remoto, ela usou a internet do vizinho. Porém, quando as dificuldades aumentaram e ele teve que cortar o plano de internet, a menina não teve mais saída. Agora, ela acompanha a mãe e lava batatas doce num tanque, diariamente.

Todas essas histórias, verídicas, foram coletadas pelo projeto Lição de Casa, no especial Sem Recreio. Jornalistas coletaram a história de 70 crianças em situação de vulnerabilidade durante a pandemia, nas cinco regiões do país, abordando as dificuldades do ensino virtual nessas realidades tão dolorosas. Exploração, violência e trabalho escravo são realidades na vida destas crianças. A educação, que já era um obstáculo, agora está ainda mais inalcançável.

No site do projeto Lição de Casa é possível ler as histórias e ouvir o podcast com histórias sobre evasão escolar e trabalho infantil na pandemia.


Leia também: Podcast ‘Brincar em Casa’ mostra dia a dia das crianças na pandemia


Gostou do nosso conteúdo? Receba a Canguru News no seu e-mail. É grátis!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui