Podcast ‘Brincar em Casa’ mostra dia a dia das crianças na pandemia

Programa produzido pelo "Território do Brincar" analisou o que havia de espontâneo no brincar diante das medidas de isolamento social

Podcast 'Brincar em Casa' mostra dia a dia das crianças na pandemia; criança negra está dentro de caixa e tem os braços suspensos ao alto e as mãos dadas a um adulto
No programa de áudio, pais, mães, avós e tios relatam como as crianças de diferentes ritmos, rotinas e interesses lidaram com a pandemia

Leia em 3 minutos

Durante o período de isolamento social, as crianças tiveram de aproveitar os ambientes da casa para poder brincar. Mais do que nunca, o quarto, a sala, a cozinha, o terraço e outros cômodos domésticos se tornaram espaço para brincadeiras, exploração e investigação. O que fizeram as crianças nesses espaços? Que tipo de brincadeiras surgiram desse experiência?

No podcast “Brincar em Casa”, 55 famílias contam suas experiências em 2020. São pais, mães, avós e tios que relatam como as crianças de diferentes ritmos, rotinas e interesses lidaram com a pandemia e o que havia de espontâneo no seu brincar. São ao todo sete episódios, que duram em média entre 20 e 40 minutos, organizados a partir dos cômodos de uma casa. Por meio de uma escuta online, mostram sentimentos de angústias, descobertas, cumplicidades, transformações, intimidades e ajustes de ritmos que fizeram parte das brincadeiras das crianças.


Leia também: 15 podcasts para pais e filhos se divertirem sem sair de casa


O projeto foi realizado pelo “Território do Brincar”, que se dedica a pesquisar as brincadeiras das crianças por todo o país. “Somos um grupo de pesquisadores que no começo de 2020 estávamos nas ruas observando o brincar de crianças em espaços públicos. Com a pandemia perdemos não só o espaço de observação, como tivemos que encontrar nova rota para nossa pesquisa e passamos a escutar sobre o brincar em casa, através do que observam pais, mães e familiares. Um exercício de buscar nas entrelinhas o fenômeno que antes fazíamos no presencial.”, diz Renata Meirelles, coordenadora da pesquisa.

Responsável pela coordenação da pesquisa ao lado de Renata Sandra Eckschmidt completa: “as famílias abriram suas casas, se apresentaram, falaram de seus desafios e alegrias quando, de repente entre um relato e outro, surgiam pequenos tesouros de observação e interação com as crianças, que podia ser uma casinha embaixo da mesa, no canto da lavanderia, ou histórias no vaso de plantas do apartamento.”

Para a garantir a diversidade da pesquisa, dentre as famílias entrevistadas, 25 eram da cidade de São Paulo e outras 11 de outras cidades brasileiras. Algumas das entrevistas, 18 no total, também foram realizadas com pessoas em outros países, na África do Sul, Estados Unidos, Peru, Malawi, Alemanha, Suíça, Inglaterra, Itália, Argentina, Índia, Moçambique, Bélgica e México.

Para ouvir o podcast “Brincar em Casa”, que tem apoio do Instituto Alana, é preciso acessar alguma das plataformas de áudio listadas abaixo ou no site do Território do Brincar.

Google Podcast

Podcast Addict

Apple Podcasts

Castbox


Leia também: “Pirimbim” é nova série de podcast para crianças


Gostou do nosso conteúdo? Assine nossa newsletter bissemanal. É grátis!
Informação e inspiração para criar filhos melhores para o mundo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui