Alunos chineses cumprem ritual de cinco etapas antes de entrarem nas escolas

1148
Vídeo mostra ritual que os alunos chineses precisariam cumprir antes de entrarem nas escolas.
Vídeo mostra ritual que os alunos chineses precisariam cumprir antes de entrarem nas escolas. Foto: Reprodução
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

Que rituais nossos filhos vão ter de seguir quando eles voltarem a frequentar as suas escolas, no momento em que as aulas forem retomadas? Por aqui, no Brasil, ainda não sabemos muito sobre esse assunto. Sequer sabemos ao certo quando a volta às aulas vai acontecer – no estado de São Paulo, a previsão é julho. Mas tem gente que já está passando por essa situação de volta às aulas: os alunos chineses, por exemplo. Como será que está sendo o retorno para eles?

A curiosidade sobre o retorno às aulas na China é grande. Um vídeo que mostra um garotinho chinês chegando à escola viralizou nas redes sociais na semana passada. E não é para menos! O vídeo mostra cinco etapas que a criança deve cumprir da calçada até a porta da escola. 

Leia também – Volta às aulas prevê máscara, par extra de sapatos e medição de temperatura na entrada

Ao chegar, o garoto primeiro levanta os pés para ter os calçados higienizados por uma ajudante escolar. Depois, ele joga fora a máscara descartável com a qual veio de casa. Em seguida, higieniza as mãos. Depois, um jato de vapor desinfeta o corpo. Por fim, ele passa por uma checagem de saúde realizada por um robozinho simpático. Só depois de tudo isso, ele entra no prédio. 

Confira o vídeo que mostra todo esse ritual que os alunos chineses cumprem: 

Leia também – Crianças devem usar as máscaras caseiras recomendadas pelo Ministério da Saúde?

Apesar de muita gente deduzir que a gravação é recente, segundo reportagem do UOL, não é possível dizer de quando é o vídeo – porque o robô que aparece, fabricado pela Walklake e que promete detectar algumas doenças em apenas três segundos, está sendo usado em alguns colégios da China desde o ano passado. Ou seja, o vídeo pode ser de antes da pandemia do novo coronavírus. 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a nossa newsletter. É grátis!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui