Parentalidade não é sobre os filhos, mas sobre os pais

744
Parentalidade não é sobre os filhos, mas sobre os pais; filha dá beijo na bochecha da mãe que a abraça
Educadores parentais são profissionais que fornecem apoio os pais para a educação dos filhos
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

“Isso é muito bonito, mas na prática, sabemos que não funciona em todos os miúdos”, disse-lhe o pediatra. Uma palmada na hora certa, de leve, faz milagres. Foi assim que uma mãe me descreveu o que o pediatra tinha lhe dito acerca da fase que o filho está a passar: 3 anos de idade! Olhei para ela, coloquei um sorriso nos lábios e, num tom irônico lhe disse: “Eu acho que ele não percebeu o que lhe disseste. Todos sabemos que a parentalidade não é sobre os filhos, mas sobre os pais. Por isso se chama pa-ren-ta-li-da-de.”

Ainda se pensa que o positivo, em parentalidade, significa dizer SIM a tudo, não contrariar a criança e viver em função dela. Admito que o positivo possa confundir. Com o mesmo sorriso, digo que seria importante falar daquilo que sabemos, sem julgar, de partida, algo que achamos que conhecemos.

Hoje falo do modelo que desenvolvemos na Escola da Parentalidade e Educação Positivas. É um modelo português, que tem como ferramentas a Inteligência Emocional, a atenção à palavra e comunicação, juntando a isso o poder do questionamento. Temos pilares que nos orientam e algo muito claro: cada elemento da família tem o seu lugar. Esse lugar poderá mudar ao longo dos
anos, mas os pais significam sempre autoridade e, com isso, proteção.

Há quem tenha receio da palavra autoridade, mas mais uma vez, parece-me que há uma confusão com o termo. Acredito que tenhamos medo do autoritarismo, de déspotas. Mas uma autoridade é alguém que sabe mais do que nós, que tem segurança, sabe o que faz. Protege. Então sim, a palavra certa é autoridade parental. E, quando a exercemos, compreendemos que ninguém pode crescer sem limites claros porque, tal como o vão de uma escada, é ele que nos protege, nos equilibra e nos guia. À medida que vamos crescendo, esses limites podem ser retirados, progressivamente, podemos passar a ter escadas sem vão, numa versão mais moderna e ousada.

Somos pais porque o nosso amor transbordou. Somos pais porque acreditamos na nossa competência em criar seres humanos com valor, ainda que isso possa ser acompanhado de dúvidas, medos e receios. Por isso existe a Canguru News, a @theboss_mumstheboss ou mesmo a @escoladaparentalidadepositiva onde podes encontrar tantas informações. Ser mãe e pai é um dos papeis mais importantes da nossa vida e para o qual precisamos continuar a aprender, refletir, experimentar, corrigir e… apreciar!

E tu, o que mais te desafia, o que mais te alegra, na parentalidade?


Leia também: Parenting Brasil: como a educação parental pode transformar a realidade das famílias


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News, sempre no último sábado do mês, no seu e-mail.

Magda Gomes Dias
Magda Gomes Dias, 44 anos, tem dois filhos: Carmen, 12 anos, e Gaspar, 9 anos. É natural do Porto, Portugal, e fundadora da Escola da Parentalidade e Educação Positivas, onde oferece programas de certificação e especialização na área. Autora do blog 'Mum's the boss', escreveu os best-sellers 'Crianças Felizes' e 'Berra-me Baixo', além do livro 'Para de Chatear a Tua Irmã e Deixa o teu Irmão em Paz'.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui