‘Não ensinei minha filha a andar de bicicleta e isso me dói até hoje’

O administrador Fernando Dias fala da importância de estar presente na vida dos filhos, inclusive em momentos aparentemente simples como quando eles aprendem a pedalar

251
Menina sorridente segura sua bicicleta
Participar da vida dos filhos é uma questão de prioridades | Crédito: depositphotos.com
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

Um dos maiores arrependimentos que eu tenho como pai foi não ter ensinado minha filha mais velha a andar de bicicleta. Pode parecer uma bobagem, mas para mim, que sou super presente na vida das meninas, não é. 

A Duda estava com quase 10 anos de idade e eu achava um absurdo ela não saber andar de bicicleta. Então, um dia, eu tomei a decisão: chega, hoje eu te ensino a andar nisso!

Acontece, que nesse dia, ela ficou me enrolando para descer para a quadra do prédio e, quando ela finalmente resolveu descer, estava começando um jogo do Flamengo. Um jogo simples, nem final de campeonato era. Nessa hora eu disse pra ela: “Agora não. Agora eu vou ver o jogo do Flamengo”.

E nesse momento, minha mulher (que é madrasta da Duda), disse: “Vem Duda, eu te ensino.” E eu não dei muita bola para a situação. De repente, eu olhei pela janela e a Duda estava toda empolgada pedalando pela quadra. 

Na hora eu senti uma facada no peito, algo como “que pai é esse que prefere ver um jogo do Flamengo a ensinar sua filha a andar de bicicleta?” e aquilo doeu. Doeu por várias horas, por vários dias e dói até hoje, alguns anos depois. 

Estar presente na educação e criação dos nossos filhos é uma questão de prioridades. E nesse dia, eu não dei a devida prioridade para ela, num momento tão importante da vida dela. Ela vai crescer e vai lembrar que eu era muito presente na vida dela, mas que não fui eu quem a ensinou a andar de bicicleta.

Ser pai de verdade é estar presente, atento a todas as demandas, às necessidades dos nossos filhos, pois, nesses pequenos e, ao mesmo tempo, grandes momentos, é que nascem as memórias afetivas que serão guardadas pelo resto das nossas vidas e da vida de nossos filhos também.

Não deixe para amanhã o que você pode e deve fazer hoje ou corra o risco de se arrepender por anos.

*Este texto é de responsabilidade do colunista e não reflete, necessariamente, a opinião da Canguru News.

LEIA TAMBÉM:

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui