Empreendedorismo é uma forma de ser – e isso tem a ver com família

O seu filho deve ser empreendedor porque na era da inovação, o empreendedor é o ator mais valioso.

155
Empreendedorismo é uma forma de ser – e isso tem a ver com família; menina corta tecido junto à máquina de costura e mãe olha ao fundo
todos capazes de inovar, em qualquer área, oferecendo valores positivos à coletividade e não somente a si mesmo

Leia em 2 minutos

No meu livro “Quero construir a minha história”, dirigido para os pais que desejam que os filhos sejam empreendedores, proponho várias perguntas, duas das quais procuro responder agora: por que o meu filho deve ser empreendedor e, por que devo me envolver na educação empreendedora dos meus filhos?

Utilizo a palavra empreendedor para indicar não somente quem abre uma empresa, mas todos capazes de inovar, em qualquer área, oferecendo valores positivos à coletividade e não somente a si mesmo. São grandes empreendedores aqueles que geram valores imateriais como arte, liberdade, paz. Mas vamos às respostas.

O seu filho deve ser empreendedor porque na era da inovação, o empreendedor é o ator mais valioso. Na área econômica não há crescimento e geração de empregos sem a ação empreendedora. A segunda pergunta, “por que os pais devem se envolver nesse processo?” O empreendedorismo não é um fenômeno cultural, está vinculado a valores, concepção de mundo, crenças. É uma forma de ser, de se relacionar com as pessoas, com a natureza, consigo mesmo. E isso tem a ver com a família.

Experiências indicam que crianças e adolescentes que desenvolvem o seu espírito empreendedor se dedicam com mais profundidade ao estudo das matérias tradicionais como línguas, matemática, geografia.

De fato, o título mais adequado ao meu livro seria: “Como não estragar o potencial empreendedor dos filhos”. Mas o editor ponderou que não ajudaria a vender. Há algo que interessa a pais e mestres: experiências indicam que crianças e adolescentes que desenvolvem o seu espírito empreendedor se dedicam com mais profundidade ao estudo das matérias tradicionais como línguas, matemática, geografia. Eles percebem como são importantes na atividade empreendedora.


Leia também: 3 livros infantis digitais com histórias de mulheres empreendedoras


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

Escritor, consultor, palestrante, conferencista internacional. Criador da Pedagogia Empreendedora, aplicada em 2.000 escolas da Educação Básica e em uso pela ONU em países africanos. Já escreveu 15 livros, entre eles, o best-seller “O segredo de Luísa”. Colunista da rádio BandNews – MG, membro fundador do World Entrepreneurship Fórum, criado na França, e da “Red EmprendeSur, Emprendedorismo y Innovación en America Latina”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui