A importância de ensinar nossos filhos a ler notícias desde cedo

Em tempos de fake news e excesso de informações, acostumar as crianças a acompanhar o noticiário é essencial para a formação de cidadãos críticos

250
Pai e filha leem notícias em jornal impresso
"O hábito de ler notícias de jornais e revistas impressos é cada vez mais raro", diz o economista Carlos Educardo Costa

Acompanhar os acontecimentos ao nosso redor é algo importante e nos ajuda a tomar decisões inclusive em nossa vida financeira. Venho de uma família muito ligada às notícias e à importância delas. Meu avô criou o seu negócio com essa premissa. Fundou um jornal em Belo Horizonte, que no início tinha como principal objetivo informar aos comerciantes a relação das mercadorias que tinham chegado à estação ferroviária. Quanto mais tempo demoravam em buscar suas mercadorias, mais os comerciantes pagavam em taxas e vendas podiam ser perdidas.

Anos depois da fundação do Diário do Comércio, foi fundado o Jornal de Casa, primeiro semanário voltado para as famílias de Belo Horizonte. Cresci nesse ambiente. Jornais e revistas faziam parte do meu dia a dia. Com isso, criei o hábito de ter um espaço do meu dia dedicado à leitura do noticiário. Estar por dentro de tudo o que estava acontecendo me ajudou bastante em muitas provas e trabalhos escolares.

Hoje em minha vida profissional, estar bem informado é condição essencial tanto para minhas atividades como professor, quanto consultor. Mas a realidade atual é bem diferente. O hábito de ler jornais e revistas impressos é cada vez mais raro. As pessoas buscam as informações na internet, espaço que acaba privilegiando uma cobertura mais rasa. Nada de trazer uma análise mais profunda. O que dá audiência são notícias trazidas de forma bem direta.

Outro problema contemporâneo são as chamadas fake news, quando notícias falsas são disseminadas sem a menor cerimônia.
O que fazer então para garantir que nossos filhos não fiquem reféns dessa situação de superficialidade do noticiário e fake news?

Aqui em casa, tenho tentado estimular a minha filha mais velha, Maria Eduarda, a se interessar por conhecer mais o que está acontecendo ao seu redor, no Brasil e no exterior. E como estou fazendo isso? A cada semana, faço uma curadoria com algumas reportagens. Elas passam pela política, economia, internacional e cultura. Ao final da semana, temos uma conversa para tirar algumas dúvidas dela e mesmo para ampliar as informações das reportagens.

Nesse ano, daremos mais um passo. Além das reportagens, a cada semana ela deverá escolher uma notícia, aprofundar a pesquisa e fazer uma apresentação para mim e para a Gabriela. E nessa apresentação, ela deverá trazer sua opinião sobre o tema. Tenho certeza que tendo uma análise crítica sobre os acontecimentos ao nosso redor, a Duda terá mais condições de fazer as melhores escolhas na sua vida. E você, também acha importante acompanharmos o que está acontecendo ao nosso redor?


LEIA TAMBÉM:


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui