Pandemia de coronavírus pode atrapalhar campanhas de vacinação contra sarampo

294
Mãos seguram seringa de vacina para ilustrar matéria sobre risco de coronavírus atrapalhar a vacinação contra o sarampo.
UNICEF e OMS divulgaram comunicado alertando para perigo de pandemia afetar vacinação contra sarampo.

Leia em 2 minutos

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertam que mais de 117 milhões de crianças no mundo todo correm o risco de perder a vacinação contra o sarampo por conta do isolamento social recomendado para combater a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. 

As duas agências divulgaram comunicado informando que a vacinação contra o sarampo está atrasada em 24 países e que outros 13 devem interromper a campanha de imunização. O alerta é feito em parceria com a Iniciativa contra Sarampo e Rubéola (M&RI), que já atuou para ajudar a vacinar 2,9 bilhões de crianças desde sua fundação em 2001. 

Leia também – Pesquisa associa vacina BCG, dada em recém-nascidos, a menos mortes por coronavírus

As agências ressaltam a importância de garantir a imunização dos pequenos e pedem aos líderes internacionais que intensifiquem os esforços para que isso aconteça. O comunicado destaca o heroísmo dos profissionais de saúde e a necessidade de maiores investimentos na área, além de apontar o papel de pais e responsáveis na vacinação das crianças. 

A vacina contra o sarampo existe há mais de 50 anos – mas, em 2018, a doença matou mais de 140 mil, sendo a maioria bebês e crianças. Os menores de um ano têm mais chances de sofrer com as complicações da doença. 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a nossa newsletter.

Jornalista formada pela Unesp. Foi trainee do jornal O Estado de S. Paulo e colaboradora em jornalismo da TV Unesp. Na faculdade, atuou como repórter e editora de internacional no site Webjornal Unesp e como repórter do Jornal Comunitário Voz do Nicéia. Também fez parte da Jornal Jr., empresa júnior de comunicação, e teve experiências como redatora e como assessora de comunicação e imprensa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui