4 dicas para ajudar as crianças a manter a rotina de estudos mesmo em ‘quarentena’

0
rotina de estudos na quarentena

Com a suspensão das aulas nas escolas por conta da pandemia do novo coronavírus, as crianças tiveram uma interrupção na rotina de estudos. Isso pode fazer com que eles se sintam de férias ou, no mínimo, de descanso, já que estão em casa 24 horas com os pais, brincando, relaxando e assistindo a desenhos e filmes. Diante desse cenário, muitos pais devem se perguntar se precisam seguir uma rotina de estudos com os filhos.

Segundo a pedagoga Taís Bento, a resposta é sim. “Durante o período em que as escolas estiverem fechadas, é fundamental que as crianças e adolescentes mantenham uma rotina diária que inclua atividades relacionadas aos estudos”, afirma Taís. Junto com sua mãe, Roberta Bento, ela escreveu o livro “Socorro, meu filho não estuda!” e fundou o site SOSEducação.

Leia também: Como trabalhar em casa com crianças sem perder a calma (e a sanidade)

Ela diz que é fundamental que as crianças entendam o que está acontecendo e saibam que não estão de férias. Crianças e adolescentes podem fazer atividades de leitura, escrita, raciocínio lógico e interpretação de texto presentes, a depender da idade e série que frequentem. Já os pequenos, que ainda estão na educação infantil, podem ter uma rotina diária baseada na elaboração e montagem de quebra-cabeças, jogo da memória e contação de histórias, além de outras atividades lúdicas que os estimulem e promovam o aprendizado.

De acordo com Taís, não é necessário que as crianças aprendam conteúdo novo: somente revisar o que já foi aprendido, por enquanto, é suficiente.

“Os pais devem explicar que estamos em uma missão parecida com um jogo, em que temos o dever de parar um vírus que está tentando deixar todas as pessoas gripadas. Quando as crianças sentem que são parte de algo maior, conseguem assumir mais facilmente os desafios que precisaremos enfrentar juntos”, afirma.

Leia também: Coronavírus: streaming grátis e TV para distrair as crianças em casa

Confira as dicas de Taís Bento para estabelecer uma rotina de estudos na quarentena para as crianças:

  • Estabeleça um horário: de segunda a sexta, durante o período em que a criança estaria na escola, reserve entre duas horas a duas horas e meia para o momento de estudos. A cada meia hora, é possível fazer um intervalo de cinco minutos. Estabeleça um horário de “entrada” e de “saída” para a criança saber o que precisa cumprir. O horário deve ser o mesmo todos os dias.
  • Refaça atividades: é possível que as crianças copiem atividades de suas próprias apostilas para outro caderno ou para folhas A4. Ao refazer as atividades, elas podem reforçar e revisar o que foi aprendido, praticar a escrita, manter a prática do foco e concentração, além de entender que estão vivendo um período provisório, diferente das férias escolares.
  • Separe um momento de leitura ou contação de histórias: deve haver pelo menos 20 minutos dedicados à leitura, no mínimo três vezes por semana. Para crianças menores, contação de histórias. Esse tempo pode ser maior conforme a idade do seu filho, mas não deve passar de trinta minutos sem que ele faça um intervalo de pelo menos 5 minutos.
  • Prepare atividades lúdicas: com crianças menores, é possível trabalhar atividades que ajudem no desenvolvimento de habilidades como paciência, persistência e capacidade de concentração, por exemplo. E aí entram os jogos de tabuleiro, baralho, dominó, pintura, desenho, entre outros.

Com tudo isso, quando a escola voltar, o seu filho estará preparado. “A rotina de estudos garantirá muita energia enquanto durar esse nosso retiro e frutos a serem colhidos quando voltarmos ao ritmo normal de aulas”, finaliza Taís.

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a nossa newsletter.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui