Os óleos essenciais mais indicados para crianças

Esses produtos podem ser utilizados para acalmar os pequenos e melhorar a concentração. Descubra outras vantagens

Óleos essenciais para crianças: conheça os benefícios; óleos essenciais de laranja
Os óleos essenciais de laranja, tangerina e grape fruit são utilizados para estimular a alegria e o entusiasmo

Leia em 4 minutos

Extraídos de folhas, sementes, cascas, flores e também de resinas, os óleos essenciais são compostos aromáticos muito mais concentrados do que ervas in natura. Esses componentes costumam ser aplicados em várias partes do corpo, como cabelo, pele, pés e punhos. E, além dos adultos, também são indicados para crianças, que podem se beneficiar do uso de óleos essenciais, desde que os pais tenham os cuidados necessários.

Flávia Silva, terapeuta ayurvédica, professora de yoga e consultora da empresa de óleos essenciais “doTERRA”, explica que crianças podem usar óleos essenciais desde bebês, se tomadas algumas precauções. “Sempre indicamos colocar um óleo vegetal junto com o essencial, já que a pele da criança é mais sensível. Se for usar em bebês, colocar no pé e não usar na mão, já que eles costumam levar os dedos à boca”, orienta. A terapeuta relata que o óleo vegetal, como o óleo de coco, é chamado de carreador e ajuda a diluir a concentração, além de permitir que seja mais fácil espalhar na pele.

Diferentemente dos bebês, as crianças maiores, entre cinco e sete anos, podem ser beneficiar do uso de óleos essenciais diretamente na pele. Eles costumam ser comercializados em forma de roll-on e garantem a autonomia para que os pequenos espalhem o produto pelo próprio corpo. Flávia explica que os óleos são indicados em situações como durante as dores de crescimento ou algum desconforto digestivo e deve ser aplicado por meio de uma automassagem.

Existem também mix de óleos essenciais que podem ser usados por crianças maiores, em locais como o punho, a orelha e os pés, para objetivos específicos. “Esse mix leva em conta diversos problemas que podem afligir os pequenos, como ansiedade, alívio de dores de crescimento e problemas de concentração”, afirma a terapeuta ayurvédica. Contudo, cada caso particular deve ser analisado por um profissional, que indicará o melhor produto conforme a necessidade da criança.


Leia também: Conheça 5 ferramentas que podem ajudar na educação emocional


Conheça alguns dos óleos essenciais e seus benefícios

Lavanda e camomila são indicadas para ajudar as crianças a dormir e para a ansiedade, explica Flávia. Já os óleos essenciais de limão beneficiam a concentração, os estudos e mesmo quem tem Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), acrescenta a terapeuta. Ela diz que laranja, a tangerina e grapefruit (toranja) podem contribuir para a alegria e o entusiasmo. Assim como o cedro, a copaíba e o vetiver (planta da família das gramíneas) para ansiedade.

A especialista lembra que todos os cítricos, como limão siciliano, lemon grass e até o limão-taiti ajudam na concentração, mas o ideal é usá-los no difusor aromático ou até em difusores pessoais (colares com pedras na ponta em que é possível inserir um algodão que será umedecido com o óleo essencial). Isso porque, ao serem expostos ao sol, os limões podem provocar queimaduras na pele.

Já no caso das frutas da família da laranja, o cheiro mais doce confere energia. “Dão energia e entusiasmo para estudar, falar e liberar as emoções”, explica Flávia. Por isso, são boas opções principalmente no período do isolamento social que estamos vivenciando e durante as aulas online para garantir mais atenção e disposição.

“Mas nessa idade de cinco a seis anos, em que eles ainda não estão com hormônios definidos, podemos misturar todos para acalmar, dormir e dar concentração”, explica a terapeuta. Ela sugere óleos como a lavanda e a camomila, que são calmantes e relaxantes, mais indicados para induzir o sono e reduzir a agitação.


Leia também: Pediatras analisam como a resiliência impacta no comportamento das crianças


Óleos indicados para a fase da puberdade

Flávia lembra que, atualmente, muitas crianças estão entrando na puberdade mais cedo e determinados óleos essenciais podem ajudar a lidar com essa fase da vida de forma mais tranquila. “As meninas, hoje, amadurecem mais novas. Algumas estão ficando menstruadas até com nove anos. A lavanda, o gerânio e sabores mais doces de flores são indicados para meninas”, sugere. Já para os meninos, as opções são o cedro, a copaíba e o vetiver, mais amadeirados e terrosos, que ajudam os hormônios masculinos.


Leia também: Criança com “cecê”: isso é normal?


Gostou do nosso conteúdo? Assine nossa newsletter bissemanal. É grátis!
Informação e inspiração para criar filhos melhores para o mundo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui