A lista de Clark, 5 anos, para lidar com a ansiedade

Os conselhos do garoto, que vive nos EUA, viralizaram após sua mãe compartilhá-los no Twitter; as dicas envolvem desde o uso de palavras de afirmação até o pensamento em batatinha frita - solução para qualquer choro, segundo ele

120
Clark Todebush dá dicas de como lidar com a ansiedade para sua mãe, Gwenyth Todebush
Gwenyth Todebush e seu filho Clark Todebush, de 5 anos, que listou ações para a mãe lidar com a ansiedade para uma reunião - mas pelo seu olhar de criança | Imagem: Reprodução/Arquivo pessoal/Gwenyth Todebush

O período de aulas remotas e isolamento social não foi fácil, especialmente para as crianças. Para Clark Todebush, um garoto estadunidense de 5 anos, a transição para o jardim de infância depois de dois anos em casa, longe de outras crianças, foi uma transição complexa, acompanhada de momentos de choro.

Mas quando sua mãe, Gwenyth Todebush, recentemente lhe disse que estava se sentindo um pouco ansiosa para uma reunião, o garoto se sentiu qualificado para ajudar com algumas dicas preciosas. “Mãe, eu estou nervoso o tempo todo. Eu sei o que fazer.”

As sugestões do filho surpreenderam Gwenyth: o garoto trouxe uma versão, pelo filtro de uma criança de 5 anos, das habilidades de lidar com o nervosismo e ansiedade que ela tentava ensinar a ele para facilitar a transição para a escola.

Gwenyth compartilhou os conselhos do filho nas redes: foram mais de 90 mil curtidas e 24 mil retweets. Depois de o post com os conselhos do menino viralizar no Twitter, o assunto virou até matéria no New York Times. “Todos estamos lidando com algum tipo de estresse durante a pandemia”, disse a mãe, que mora no estado do Michigan (EUA).

Tweet viral da mãe de Clark no Twitter: “Enquanto conversávamos sobre nossas atividades para o dia, contei para meu filho de 5 anos que estava um pouco nervosa para uma reunião. Ele disse ‘mãe, eu estou nervoso o tempo todo. Eu sei o que pode fazer’. Então, amigos, aqui estão os conselhos que couberam no tempo de ida até a escola.”

Veja os conselhos do garoto Clark para lidar com a ansiedade:

1. Você precisa fazer afirmações na sua boca e no seu coração

Gwenyth conta que, inspirada por outra mãe no Twitter, começou a praticar afirmações com o filho antes de ele ir para a aula, trabalhando sua confiança. “Você precisa dizer as coisas com uma intenção verdadeira”, ela havia aconselhado o filho.

2. Diga: eu tenho coragem para essa reunião! Eu sou amada! Eu cheiro bem!

Clark já sabe, aos 5 anos, que sentir medo de algo é comum. “Ter coragem” é um termo usado pelo menino como um sentimento oposto ao de temer uma situação, e aconselha que dizer em voz alta é uma boa forma de lidar com a ansiedade. “Não sei de onde o ‘eu cheiro bem’ surgiu, mas gostei disso. Vou usar muito”, brincou a mãe.

3. Você precisa dar grandes passos, como a Dolly em um dinossauro. Porque você consegue

A cantora, compositora e atriz estadunidense Dolly Parton é a ídola de Clark, especialmente por sua música ‘Coat Of Many Collors’. “Quando as crianças faziam piadas dela na escola, ela continuava frequentando as aulas com coragem para lidar com aquelas crianças. Eu não sei da onde o dinossauro veio”, explica Gwenyth Todebush.

4. Nunca coloque um gambá em um ônibus

“Eu não sei o que isso tem a ver com estar nervoso”, confessa a mãe de Clark. Mas o filho coloca entre as dicas de ansiedade necessárias para lidar com o processo.

5. Pense nos donuts do seu dia

Mãe e filho tinham o hábito de ir a uma loja que vende discos por 1 dólar. O menino sempre voltava com um disco do Burl Ives dos anos 50, que tinha a música ‘The Donut Song’, sua preferida. De noite, Clark contava para a mãe sobre os “donuts” do seu dia, possivelmente se referindo às melhores partes da rotina.

6. Mesmo se você chorar um pouco, pode pensar em batatinha frita

Quando Clark se sente nervoso, a mãe o aconselha a pensar em coisas que ele gostaria muito. Batatinhas estão sempre no topo de sua lista.

7. Respire fundo, e depois mais uma vez

Para lidar com sua ansiedade, o garoto vem aprendendo exercícios de respiração para se acalmar e lidar com os momentos mais difíceis. Os resultados foram positivos, pois Clark recomenda que a mãe também os faça nos momentos de nervosismo.

8. Mesmo se o dia estiver desagradável, você ainda pode ganhar um abraço

Pensamentos positivos e acolhimento são a chave da relação entre Clark e a mãe em momentos difíceis, e integram a lista de conselhos e dicas para ansiedade. “Existem vários dias em que não tem nada que eu possa fazer. Eu digo a ele, ‘mesmo se o dia estiver ruim, quando você chegar em casa, eu vou te abraçar.”


LEIA TAMBÉM:


DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui