3 práticas simples para começar a meditar com as crianças em casa – e ajudá-las nas atividades escolares

A meditação pode ajudar a desenvolver habilidades que favorecem um melhor desempenho nas atividades escolares e também na adaptação dos alunos quando as aulas presenciais voltarem

439
Meditação mindfulness: 3 dicas para começar a práticar com as crianças; na imagem menina respira sentada com pernas cruzadas, olhos fechado e antebraços suspensos
Meditar pode ajudar as crianças a administrar sentimentos ruins e melhorar a concentração

Leia em 3 minutos

Praticar atividades de meditação em casa com as crianças pode ser uma boa forma de ajudá-las a lidar com as oscilações de humor, a tristeza e outros sentimentos difíceis que muitas vêm apresentando nesta quarentena, segundo mostrou pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

Para Daniela Degani, especialista em meditação para jovens e crianças e idealizadora do projeto Mindkids – que tem como propósito levar a meditação para o ambiente escolar – a prática ajuda a administrar sentimentos ruins, cultivar a calma e melhorar a concentração. Ela diz ainda que a meditação mindfulness – técnica milenar que promove o bem-estar através do foco no momento presente – tem se mostrado uma ferramenta com potencial educativo, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades que auxiliam no desempenho frente às atividades escolares.

“Mesmo antes do período de isolamento social, fatores como competitividade, ansiedade e até problemas familiares acabavam refletindo no desenvolvimento escolar dos jovens e das crianças. Nesse sentido, a meditação também pode ser importante para ajudar os alunos a se adaptarem quando as aulas voltarem ao modelo tradicional, já que tanto crianças quanto adolescentes terão que retomar uma rotina que foi quebrada de forma abrupta”, avalia a especialista. A seguir, Daniela indica três práticas simples que podem ser feitas em casa para despertar nas crianças sensações que podem refletir positivamente na rotina e na realização das atividades escolares. Confira!

Leia também: Como aplicar o mindfulness para tornar a sua casa um ambiente mais feliz

3 práticas para começar a meditação mindfulness com as crianças 

Ouvir o som do sino – A ideia é ajudar a criança a se concentrar, focando apenas nos sons ouvidos. Você pode usar um sino físico ou de aplicativo de celular (apps de meditação costumam oferecer a possibilidade de programar por quantos segundos o sino tocará, como o gratuito Meditation Timer, por exemplo). Explique à criança que você tocará o sino e que, aos poucos, o som irá diminuir. Convide-a a prestar atenção ao som do início ao fim e a ver se ela consegue perceber o exato momento em que não escuta mais nenhum som. Antes de tocar o sino mais uma vez, pergunte se a criança sugere alguma outra forma de tentar ouvir melhor. Às vezes, espontaneamente, elas sugerem fechar os olhos ou você pode convidá-la a fazer isso. Após repetir o processo, proponha o exercício da escuta aos sons ambientes, percebendo os sons da rua, do vizinho, do cachorro ou do próprio corpo. 

Respirar para se acalmar – Esse exercício das 5 respirações é uma excelente maneira de se acalmar. Ele traz o corpo de volta ao equilíbrio, aprofundando a respiração e diminuindo a frequência cardíaca, enquanto nos faz retornar ao foco. Pode ser feito por qualquer idade, em qualquer lugar e quantas vezes for necessário. Basta deslizar o dedo indicador de uma mão em todo o contorno da mão oposta, inspirando ao subir e expirando ao descer no contorno de cada dedo. 

Colocar o brinquedo para dormir – A proposta é promover um exercício de respiração por meio da brincadeira de colocar o boneco, o bicho de pelúcia ou algum outro brinquedo para dormir. A atividade deve ser feita à noite, antes da criança se deitar. Sugira que ela escolha seu personagem favorito, o apoie sobre a barriga e o nine com os movimentos da respiração. Explique que as respirações profundas ajudam a diminuir a agitação e ter um sono tranquilo. 

O projeto mindkids oferece ebooks gratuitos “Meditação para Crianças” e “Atividades baseadas em mindfulness para foco e atenção”, que trazem práticas introdutórias de meditação e vídeos explicativos para auxiliar pais, escolas e educadores.

Leia também: Ensinar a criança a respirar traz vários benefícios à sua saúde

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a nossa newsletter. É grátis! 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui