Em vídeo, Mundo Bita alerta sobre importância da vacinação infantil

Mundo Bita se uniu à Pfizer e à Sociedade Brasileira de Pediatria para alertar sobre a importância de manter a vacinação infantil em dia

Video Horade tomar vacina do Mundo Bita
O vídeo "Hora de tomar vacina", lembra de forma lúdica que a temida agulhinha é sinônimo de cuidado, proteção e saúde para as crianças. | Foto: Mundo Bita

Leia em 3 minutos

O receio em sair de casa e o impacto da pandemia nos serviços de saúde, por causa das medidas de prevenção à Covid-19, fizeram com que muitas famílias deixassem de levar as crianças para se vacinar. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 80 milhões de crianças menores de um ano não foram imunizadas este ano, ficando sujeitas a contrair doenças como tétano, meningite, hepatite B e coqueluche.

Para reforçar a importância dos pais seguirem o calendário de vacinação das crianças, o Mundo Bita, que produz vídeos infantis que ultrapassam 7 bilhões de visualizações no Youtube, lançou o clipe “Hora de tomar vacina” (assista ao vídeo abaixo). O vídeo lembra de forma lúdica que a temida agulhinha é sinônimo de cuidado e proteção, ao prevenir contra várias doenças, e faz parte do projeto #maisqueumpalpite, criado em 2018 por iniciativa da Sociedade Brasileira de Pediatria e da multinacional farmacêutica Pfizer, para o combate de fake News em saúde. Voltado às crianças, ele já tem mais de 800 mil visualizações na plataforma de Youtube.

“Infelizmente, muitas pessoas ainda não compreendem os benefícios da vacinação. Ela nos protege contra várias doenças graves, e em um momento como este, ainda ajudam a descartar doenças com sintomas que se confundem aos do novo coronavírus”, explica o médico pediatra e infectologista Renato Kfouri, presidente do Departamento de Imunizações da SBP. “Com tantas notícias é compreensível este cenário de informações equivocadas e esta queda das coberturas vacinais, porque, de repente tivemos várias ações que destacavam a importância de evitar sair de casa para reduzir o risco de contaminação. Mas assim como abandonar um tratamento, não manter a vacinação infantil em dia, além de colocar a saúde em risco, pode permitir o retorno de doenças já eliminadas no país, como a poliomielite, por exemplo”, complementa o médico.

LEIA TAMBÉM: Por que o Brasil não atingiu as metas em nenhuma das principais vacinas infantis

Vacinas facilitam diagnóstico da covid-19

Além de proteger a criança, a vacinação contra gripe e doenças pneumocócicas como pneumonia, meningite e otite também ajuda no diagnóstico da covid-19, ao permitir descartar essas doenças. Contudo, muitas famílias desconhecem essa informação. A pesquisa “Impacto da pandemia nos lares brasileiros: Como as famílias estão lidando com a nova realidade”, feita pelo Ibope Inteligência, apontou que 60% dos pais não sabem ou acham que é falsa a afirmação de que essa vacina facilita a identificação da covid-19.

“Ter mais ações em prol da vacinação numa linguagem que se relacione ao mundo das crianças e de suas famílias é muito importante neste cenário de queda nas coberturas vacinais. Esse é um esforço contínuo da Pfizer e da Sociedade Brasileira de Pediatria que se materializou na campanha Mais Que um Palpite, em 2018, nos canais digitais. E o projeto vem ganhando cada vez mais apoiadores para disseminar informações seguras sobre saúde infantil, como é o caso do Mundo Bita”, afirma a Dra. Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer.O projeto busca

Campanha busca orientar famílias em temas de saúde

A campanha #maisqueumpalpite usa linguagem bem-humorada e leve que para desmistificar temas relacionados a saúde das crianças com informações de fontes seguras e de qualidade. Por meio do site e nos perfis da campanha no Facebook e Instagram, o projeto busca conscientizar as famílias sobre como é importante contar com o pediatra para uma boa orientação em saúde, o que passa também pela prevenção de doenças infectocontagiosas nos primeiros anos de vida.  

LEIA TAMBÉM: Pneumonia segue como principal causa de morte de crianças no país

Assista ao vídeo abaixo:

LEIA TAMBÉM: Ministério da Saúde alerta sobre uso de máscaras em crianças de até 2 anos

Gostou do nosso conteúdo? Receba a Canguru News no seu e-mail. É grátis!

Administradora e jornalista com experiência em TV e mídias sociais. Na faculdade foi monitora do laboratório de TV e atuou como repórter na Oficina da Mídia. É apaixonada por crianças e pelo universo infantil, além de ser tia do casal de sobrinhos Pedro e Maria.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui