Mãe desabafa após filha sofrer bullying virtual: “Peguem o celular dos filhos de vocês e leiam!”

A menina de 13 anos sofreu ataques após compartilhar ensaio fotográfico em que aparece a órtese de sua perna

3013
Mãe desabafa após filha com deficiência, Malu, sofrer cyberbullying; foto do ensaio fotográfico de Malu
A publicação da mãe, Mariana Alvarez, viralizou no Instagram entre os cearenses
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

O cyberbullying ー bullying virtual ー contra crianças e adolescentes é uma questão cada vez mais preocupante para os pais. Especialmente durante a pandemia, com aulas remotas ou no modelo híbrido (presencial e virtual), os casos de bullying na internet inspiram ainda mais cuidado das famílias. Recentemente, o G1 publicou uma reportagem sobre Maria Luiza Mattei, menina de Fortaleza de 13 anos que usa uma órtese na perna desde os seis. Malu foi vítima de cyberbullying em um aplicativo de chamada em vídeo com outros adolescentes.

Após divulgar fotos de um ensaio fotográfico no Instagram, ouviu diversos comentários desrespeitosos enquanto estava na chamada com os colegas: “E aí, Malu? Você sabe jogar futebol? Tem a perna biônica, né? Kkkkk”. A mãe da menina, Mariana Alvarez, ficou abalada com o comportamento dos adolescentes. Essa não era a primeira vez que algo do tipo acontecia, mas funcionou como um estopim para o desabafo. “Inclusive, vou ser voz e outras pessoas podem se identificar comigo”, disse em entrevista ao G1.

A garota apenas consegue movimentar a perna esquerda com o auxílio de uma órtese e duas muletas. Após anos de fisioterapia, ela recuperou 90% do movimento da sua perna direita. A mãe contou que a filha topou fazer o ensaio fotográfico como uma forma de se empoderar. A partir do episódio da vídeo chamada, Mariana decidiu que era importante usar sua voz para defender a Malu e combater o cyberbullying.

A mãe compartilhou uma publicação com um desabafo sobre a situação. O post viralizou nas redes sociais entre os cearenses e destacou o importante debate sobre o bullying virtual e como ele pode atingir qualquer pessoa, incluindo crianças e adolescentes. “Precisamos ter cuidado com o que estamos fazendo nas redes sociais. Compartilho aqui como mãe, uma tentativa, mesmo que mínima, de fazer a minha parte. Que os pais tomem ciência e que estejam mais atentos à vida de seus filhos”, diz na legenda do Instagram. Confira a publicação completa:


Leia também: Adolescência e redes sociais: uma combinação explosiva


Reportagem na íntegra disponível em: https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2021/08/11/mae-faz-desabafo-em-rede-social-apos-filha-com-deficiencia-sofrer-bullying-virtual-em-fortaleza-foi-o-estopim.ghtml 


Leia também: Professores sofrem humilhação e ciberbullying na internet, mostra pesquisa


[adinserter block=”11″]

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui