O livro que explica a origem de (quase) todas as coisas

Autor de “Origem De (Quase) Todas As Coisas” fala sobre sua inspiração para escrever a obra e destaca a importância da ciência

160
Graham Lawton explica (quase) tudo sobre o universo científico em seu livro; capa do livro
Livro "A Origem De (Quase) Todas As Coisas", de Graham Lawton, publicado pela NewScientist.

Leia em 3 minutos

O mundo das ciências é repleto de descobertas surpreendentes, desde a explicação do “Big Bang” até a causa da sujeira dentro do umbigo. “Eu sempre fui fascinado pelas ciências históricas – paleontologia, arqueologia, geologia, evolução e cosmologia. Elas nos dão respostas surpreendentes e contra-intuitivas para uma das perguntas mais profundas que os humanos fazem: como essa coisa aconteceu?”, diz Graham Lawton, escritor premiado e chefe de redação da revista científica britânica NewScientist, que concedeu entrevista à Canguru News por e-mail.  

Já se perguntou como funcionam os buracos negros? Ou como ocorreu a evolução dos seres humanos? No livro “A Origem De (Quase) Todas as Coisas”, de 2016 e recém-publicado no Brasil, o autor Graham Lawton busca responder essas questões de uma forma acessível e intrigante. “Por séculos, a resposta esteve em mitos de origem, normalmente religiosos. Algumas pessoas ainda gostam dessas respostas, mas eu não, então, eu quis juntar todas elas e mostrar o poder e a beleza das ciências”, relata o escritor. 


Leia também: Ciência na infância: a importância de instigar a curiosidade das crianças


A obra conta com introdução do grande Stephen Hawking (1942-2018), renomado físico teórico e cosmólogo britânico, considerado um dos mais importantes cientistas do século XX. Hawking é mais conhecido pelos seus trabalhos envolvendo o desenvolvimento do teorema sobre a singularidade gravitacional e a previsão teórica de que os buracos negros emitem radiação, frequentemente chamada de Radiação Hawking. 

A trama do livro de Lawton leva o leitor em uma jornada divertida através do tempo. É retratado o surgimento do universo, com a história das estrelas, das galáxias e da energia escura, assim como o do planeta Terra, abordando os oceanos e o clima. Além disso, o livro traz textos sobre o começo da vida, desde a época dos dinossauros; a criação da civilização, passando pelas cidades, pelos alfabetos, alquimias e pelas emoções dos seres; até chegar em assuntos sobre as tecnologias atuais.

Também é possível encontrar curiosidades sobre utensílios do dia a dia, como a descoberta do “post-it” e o desenvolvimento do teclado do computador. Além de tudo, Graham Lawton traz reflexões interessantes e diferentes no livro. De acordo com o texto, a invenção da roda foi menos importante para a civilização do que a da bolsa, por exemplo. “A Origem De (Quase) Todas As Coisas” é recheada de ilustrações e infográficos de Jennifer Daniel, que facilitam a compreensão e deixam a leitura ainda mais agradável e colorida.

As ciências na infância

Desde pequeno, Graham Lawton teve interesse por ciência e sua paixão apenas cresceu ao longo dos anos. “Meu pai é um cientista e eu fui criado em uma casa cheia de livros e conversas sobre ciência. Nós éramos ateus. Eu não sabia que existia nenhuma outra forma de viver”, diz o autor. Para aproximar as crianças ao mundo científico, o escritor buscou utilizar uma linguagem simples e divertida, que pudesse ser acessível para todos.

As ciências podem exercer um grande fascínio sobre os pequenos. “As crianças são naturalmente curiosas e, em sua maioria, ainda não foram afetadas pela lavagem cerebral dos discursos de líderes religiosos e políticos autoritários”, aponta Graham Lawton. Assim, a ciência é fundamental para o desenvolvimento de uma geração engajada e inventiva, que é capaz de apresentar um olhar crítico e realista sobre a atualidade.

Sobre o autor

Graham Lawton explica (quase) tudo sobre o universo científico em seu livro; foto do jornalista e escritor Graham Lawton
O jornalista de ciência e escritor britânico Graham Lawton/ Divulgação

Graham Lawton é formado em Bioquímica, com mestrado em Comunicação Pública da Ciência, pelo Imperial College de Londres, Inglaterra. Lawton passou quase todo o século XXI trabalhando na NewScientist, uma das mais importantes revistas  de ciências do mundo, primeiro como redator e depois como chefe de redação. Com indicação da Association of British Science Writers, sociedade de escritores, jornalistas e comunicadores científicos do Reino Unido, Graham Lawton já recebeu diversos prêmios pelo seu trabalho como redator e editor. “A Origem De (Quase) Todas As Coisas”, é o seu primeiro livro publicado.


Leia também: 8 brinquedos e livros para incentivar a curiosidade das crianças por ciência


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui