Espetáculo infantil online aborda a saga de uma criança refugiada

Em celebração ao Dia Mundial do Refugiado, celebrado neste domingo (20), agência da ONU para Refugiados promove peça virtual e roda de conversa sobre infância refúgio

33
Espetáculo infantil online aborda a saga de uma criança refugiada; reprodução de cena do espetáculo
Espetáculo mistura linguagens como poesia, circo e teatro de animação

Leia em 2 minutos

Em celebração ao Dia Mundial do Refugiado, comemorado neste domingo (20), será exibido online o espetáculo infantil “Qual o meu nome, mamãe?”, inspirado no livro “My Name is not Refugee”, da ilustradora inglesa Kate Milner.

O evento é promovido pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) Brasil e será exibido online, às 11h, no canal do Youtube do grupo “Cegonha Bando de Criação” que apresenta a obra. Após a transmissão está prevista uma roda de conversa sobre infância e refúgio, com a participação de representantes do ACNUR, do Grupo Mulheres do Brasil, e de convidados. 

A peça conta a saga de um menino e de sua mãe, desde quando deixam seu país de origem, até conseguir proteção em um novo lugar. A ideia do espetáculo é promover uma discussão sobre o tema do deslocamento forçado pelo olhar da criança. Para tanto, o grupo carioca – que tem direção de Miguel Araujo, ator e manipulador de bonecos, e Vida Oliveira, diretora e dramaturga – investe na mistura de linguagens, usando elementos de circo, poesia, teatro de animação e animação digital em mapping. 

Dos palcos para as telas

O espetáculo no formato original de 45 minutos foi lançado em 2019, com temporadas no teatro Maria Claro Machado e em unidade do Sesc, ambos no Rio de Janeiro. Em 2020, teve suas apresentações suspensas devido à pandemia da Covid-19, o que motivou a companhia Cegonha a fazer uma nova adaptação da peça para a linguagem audiovisual, formato que poderá ser conferido nesta exibição e no lançamento da temporada online, prevista para julho. 

Serviço:
Espetáculo infantil – Qual o Meu Nome, Mamãe?
Direção de Vida Oliveira e produção da Cia Cegonha Bando de Criação. 
Duração: 18 min 
Dia 20 de Junho (domingo) às 11h pelo Youtube do ACNUR Brasil e do Cegonha Bando de Criação
Realização: ACNUR, Grupo Mulheres do Brasil e Cia Cegonha Bando de Criação.


Leia também: Crianças refugiadas no Brasil publicam livros


Veja abaixo leitura em inglês do livro

Gostou do nosso conteúdo? Receba a Canguru News semanalmente no seu e-mail. É grátis!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui