Uma educação positiva pode transformar a relação com os seus filhos

Se a criança não quer obedecer, muitos pais logo pensam em castigá-la para “ensinar a lição”. A educação positiva, porém, propõe outro caminho

1830
Educação Positiva: ela pode transformar a relação com os seus filhos; imagem mostra mãe brincando no chão com dois filhos
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais


Mas afinal, você sabe o que é uma educação positiva? Muita gente ainda não conhece esse termo e seu significado e acaba confundindo a educação positiva com permissividade, simplesmente pelo “som” positivo da expressão. Mas então se não é permissividade, o que é?

É uma forma de educar baseada no respeito mútuo, na conexão, no encorajamento e nos limites claros. Seres humanos precisam se sentir amados e aceitos para conseguirem se desenvolver de forma emocionalmente saudável e precisam ser tratados com respeito e dignidade para que se sintam dispostos a contribuir e a colaborar positivamente no meio onde vivem.

O maior desafio está nas mudanças de crenças que precisaremos ter, pois aprendemos com as gerações passadas que, crianças não devem ter voz ativa e que devem ser punidas ou castigadas para aprenderem a fazer o que é certo. Porém, a ciência já provou há tempos os malefícios dos castigos frequentes no desenvolvimento físico e emocional do ser humano: atrasos de fala, dificuldades de aprendizado, distúrbios de atenção, depressão e dificuldades de socialização, entre outros.

Leia também: 10 dicas da Disciplina Positiva para suportar os dias (incertos) que ainda faltam de quarentena

Na educação positiva, os pais devem ser um bom modelo para os filhos. Ensinar respeito, respeitando e não ameaçando. Ensinar capacidade, permitindo que a criança se sinta útil e não fazendo por ela e para ela o que já pode fazer sozinha. Ensinar responsabilidade deixando a criança lidar com as consequências naturais de suas escolhas e não criticando ou humilhando. Para isso, é importante compreender as bases fundamentais que criam muita aproximação entre pais e filhos. Confira.

Ações para estreitar a relação com o seu filho

  1. Conexão – A criança precisa sentir que está emocionalmente conectada aos seus pais. Olhos no olhos, beijos, abraços e tempo de qualidade juntos. Quando existe uma boa conexão, as crianças tendem a se comportar melhor.
  2. Suficiente atenção positiva – A criança precisa sentir que é aceita, que é amada e que tem seu lugar nesse ambiente social. O sentimento de pertencimento ajuda a desenvolver a segurança emocional tão necessária na infância.
  3. Senso de utilidade e capacidade – Convide seu filho a colaborar e a contribuir com pequenas atividades no dia a dia, para que se sinta útil, capaz e, portanto, importante em seu meio familiar.

Leia também: Você sabe a diferença entre elogiar e encorajar o seu filho?

No início, essa forma de educar pode parecer muito desafiadora, afinal, mudar uma postura tão enraizada leva tempo, mas tudo que vale a pena nessa vida exigirá o nosso esforço, não é mesmo? Entrar na faculdade, arrumar um bom emprego, se relacionar de forma harmoniosa com as pessoas ao nosso redor e para educarmos os nossos filhos não seria diferente.

Os erros não são motivos para castigo, mas sim grandes oportunidades de aprendizado.

Na educação positiva, os erros não são motivos para castigo, mas sim grandes oportunidades de aprendizado. Se o filho deixa um copo de vidro cair no chão, briga com um amigo ou não quer obedecer, imediatamente, os pais podem pensar em castigo para “ensinar a lição”. Mas e se em vez disso, pudéssemos nos abaixar na altura dos olhos dessa criança e dizer: “Filho, mamãe te ama, mas isso que você fez não foi certo (explique o motivo), e, em seguida, fizéssemos a pergunta: “O que você pode fazer da próxima vez para evitar que isso volte a acontecer?”.

Percebe a diferença? Estaremos sim, colocando limites, porém de forma gentil e firme ao mesmo tempo. Gentil porque respeitaremos a criança e firme porque respeitaremos a nós mesmos. Foque no novo comportamento que gostaria de ter. Se esforce dia após dia para torná-lo parte de você. Mudar faz parte da nossa evolução e é necessário para conseguirmos novos resultados em qualquer área da vida. Faça a sua parte!

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Canguru News.

Leia também: Vídeo: como os pais podem ouvir mais seus filhos

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar nossa newsletter. É grátis!

1 COMENTÁRIO

  1. A gente precisa criar filhos para o mundo! Até a página 1 me pareceu coerente, mas qdo vira a página e diz: filhinho, isso não foi certo.. o que vc pode fazer para melhorar da próxima vez?? Perai, pensa, na escola, o amiguinho não vai ser gentil dessa maneira… no trabalho fez errado ou é punido ou vai pra rua… vcs vão criar filhos bananas que nunca foram punidos.. pra mim não cola!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui