Alfabetização: 5 atitudes que os pais devem evitar para não prejudicar os filhos

O apoio da família é essencial para o desenvolvimento de habilidades de leitura e escrita; veja principais desafios para ajudar as crianças nesse aprendizado

488
Menino passa dedo sobre texto em livro de alfabetização
Pais e professores devem apoiar a criança no aprendizado
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

O início do ano letivo é um período de muitos desafios para as crianças na escola, especialmente quando estão no processo de alfabetização. À medida em que letras e sons se encaixam, um novo mundo se abre para os pequenos estudantes, que passam a desvendar placas na rua, livros e qualquer texto que veem pela frente. O avanço na leitura e na escrita é uma etapa essencial para a construção de conhecimentos e participação ativa e crítica na vida social – e o apoio da escola e da família nesse momento de desenvolvimento escolar do aluno é fundamental. 

“A alfabetização é um processo contínuo e que precisa de apoio e estímulo tanto na escola como em casa. Ao ser igualmente desafiado e parabenizado pelos avanços, o estudante naturalmente vai procurar saber cada vez mais”, explica a coordenadora do ensino fundamental do Colégio Marista Paranaense, Sheila Lippmann.

Por ser uma fase de grande importância, é preciso cuidado para que a ansiedade dos pais não interfira no andamento do processo de alfabetização. Confira alguns dos principais erros que os pais cometem e como evitá-los:

  1. Tentar ensinar a ler e escrever muito cedo: é necessário esperar até que a criança esteja pronta para aprender a ler e escrever. Forçá-la a aprender antes do tempo pode ser frustrante e acabar com a motivação. Cobrar em excesso, fazer comparações com os colegas e colocar muitas expectativas sobre o filho pode gerar insegurança e tornar o processo de alfabetização mais difícil.
  2. Não incentivar a leitura: ler é uma ótima maneira de favorecer a leitura e a escrita nos pequenos. Para tanto, vale incentivá-los a ler livros de seu interesse e fazer leituras em voz alta com eles. Quanto mais oportunidades de leitura tiverem, mais motivados se sentirão, desde que sempre respeitando o ritmo de cada criança.
  3. Não dar apoio suficiente: as crianças precisam de suporte durante o processo de alfabetização. É importante que os pais e professores estejam disponíveis para ajudá-las a praticar e superar quaisquer dificuldades. Em casa, o auxílio com as lições, leituras compartilhadas e a observação durante brincadeiras, para analisar se a criança fica dispersa ou tem alguma lentidão, permitem acompanhar como ela se desenvolve.
  4. Não dar feedback: falar com a criança sobre seu progresso é uma maneira de motivá-la e incentivá-la a continuar. É importante fazer elogios e encorajar o filho, mesmo quando ele estiver com dificuldades. Lembrando que os erros fazem parte do processo e é a partir deles que a criança pode reelaborar a resposta de forma correta. Cada avanço conta muito.
  5. Não ser paciente: o processo de alfabetização pode levar tempo e é fundamental ter paciência com a criança durante esse período. Não se deve pressionar ou esperar resultados rápidos.

LEIA TAMBÉM:

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News, sempre no último sábado do mês, no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui