Professores da rede pública e privada de São Paulo serão vacinados

Vacinação será iniciada dia 12 de abril para docentes e profissionais da educação

Professores da rede pública e privada de São Paulo receberão vacina contra a covid-19; na foto, o secretário de educação estadual Rossieli Soares
Segundo o governo, serão imunizados 350 mil educadores

Leia em 2 minutos


O Governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (24) que professores e outros profissionais da educação básica com 47 anos ou mais receberão a vacina contra covid-19 a partir de 12 de abril. Segundo o governo, esse grupo representa 40% dos profissionais – entre os quais, docentes, diretores e inspetores escolares – que atuam desde creches a escolas do ensino médio nas redes estadual, municipal e privada do Estado de São Paulo.

Para imunizar esse público, serão destinadas 350 mil doses da vacina contra a covid-19, sendo priorizados, inicialmente, educadores com idade em que a incidência de casos moderados e graves da covid-19 é mais alta. Policiais também serão imunizados, informou o governo, a partir do dia 5 de abril.

“Após um ano da data em que tivemos que tomar a dura decisão de fecharmos as escolas de SP por conta da Covid-19, hoje anunciamos a vacina para 350 mil professores e demais profissionais da Educação. São doses de esperança, para que as escolas não fechem mais e nossos estudantes possam recuperar e seguir o percurso de aprendizagem”, destaca o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares. De acordo com o secretário, no caso dos trabalhadores da rede privada, será necessário apresentar comprovante de vínculo empregatício.

Desde que as escolas foram reabertas, os próprios docentes, as escolas e os sindicatos de profissionais de educação reivindicavam a imunização da categoria para garantir mais segurança na volta às aulas presenciais.

No final do ano passado, o governo estadual paulista incluiu a educação como serviço essencial e permitiu que as escolas ficassem abertas em fases mais restritivas da quarentena no estado. Porém, diante da piora da pandemia, com aumento de casos e mortes, as aulas presenciais foram suspensas novamente em todo o estado, que desde o dia 15 está na fase emergencial.

Cadastro
O governo informou que a data para o início do cadastro para os profissionais da Educação será divulgada nos próximos dias. Os formulários estarão disponíveis no site Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br).


Leia também: Com a suspensão de aulas presenciais, 70% das crianças podem ficar sem entender textos simples, diz Banco Mundial


Gostou do nosso conteúdo? Assine nossa newsletter bissemanal. É grátis!
Informação e inspiração para criar filhos melhores para o mundo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui