Lavagem nasal, saiba quando e como fazer

A lavagem nasal serve como um descongestionante natural do nariz, para aliviar sintomas de doenças respiratórias nas crianças

5820
Menino faz lavagem nasal com uso de seringa
A lavagem deve ser feita pelo menos três vezes ao dia

A lavagem nasal com solução salina, como o soro fisiológico, é uma das principais orientações dos médicos para crianças com sintomas como nariz entupido, coriza e tosse, devido a problemas respiratórios. A técnica atua como descongestionante natural, graças à concentração de sal do soro mais alta do que nos tecidos corporais, o que ajuda a diluir o muco viscoso que se acumula durante as infecções do trato respiratório superior. A lavagem nasal também é indicada simplesmente para manter o nariz limpo, o que ajuda principalmente quem sofre de alergias respiratórias, rinite ou sinusite, por exemplo.

Estudos sobre lavagem nasal com solução salina mostram que a técnica melhora significativamente os sintomas de gripe e resfriado em comparação com o uso isolado de remédios e também ajuda a prevenir o desenvolvimento do processo inflamatório de rinossinusite, que pode acontecer após a gripe ou resfriado.

O pediatra Daniel Becker diz que mesmo casos de tosse persistente, em que o muco engrossa e se torna verde escuro, podem ser tratados com as lavagens, além de medicamentos, quando indicados pelo médico da criança. 

“O catarro se deposita nos seios da face e se acumula nesses espaços dentro dos ossos do rosto, que se comunicam com o nariz”, explica Becker em post sobre o assunto em sua rede social. Ele diz que é por isso que quando a criança muda de posição para deitada ou de pé, a secreção se mobiliza, escorre pela garganta e provoca tosse. “Em pediatria isso se chama ‘dripping ou gotejamento pós-nasal’. Aliás, uma causa comum de mau hálito”, comenta.

Ele diz que para a lavagem nasal adequada, é preciso atentar a dois detalhes: inclinar a cabeça da criança um pouco para o lado – assim a gravidade leva o soro até os seios da face; e usar o soro na temperatura morna. “Ora, o catarro está a 36 graus, como tudo em nosso corpo. Se ele recebe um jato frio, vai endurecer, como uma gelatina na geladeira. Morninho, o soro se mistura e fluidifica o catarro, facilitando a remoção”, explica o pediatra.

A aplicação do soro fisiológico, na temperatura morna, deve ser feita nas duas narinas, com a ajuda de uma seringa sem agulha, de modo a fazer com que a solução saia pelo outro lado.

E se houver dificuldade em convencer a criança a fazer a lavagem, Becker é firme: quando um tratamento tem que ser feito, será feito, com ou sem berraria. Com todo o carinho e paciência do mundo, claro”, diz ele, que sugere, se possível, chamar até a rede de apoio para efetuar a limpeza das narinas da criança. Ao seguir, veja como fazer a lavagem nasal corretamente.

Atenção a estes cuidados durante a lavagem nasal*

— Para crianças, são recomendados pelo menos 5 ml em cada narina, três vezes ao dia.  

— A seringa não deve conter bico, pois pode provocar um trauma na pele que reveste a parte interna do nariz. O ideal é usar a de rosca, que não machuca a criança.

— Não direcionar a ponta da seringa para o teto ou meio do nariz, pois isso pode causar dor e sangramento nasal. A seringa deve ficar reta ou levemente inclinada para a parte de fora do nariz.

— Nunca usar soro gelado, sempre em temperatura ambiente ou levemente morno.

— Não colocar a cabeça muito para traz ou muito inclinada para o lado, pois isso pode levar o soro para o ouvido. Da mesma forma, não fazer muita pressão no jato, para que não vá parar no ouvido.

— Nunca usar água do chuveiro ou torneira, sempre usar soro fisiológico.

— Não fazer muita pressão no jato durante a pressão.

*Com informações da otorrinolaringologista Gisele Gonzaga.

Solução caseira

Como alternativa ao soro de farmácia, especialistas sugerem uma receita caseira, feita com 2 colheres de chá rasas de sal diluídas em 1 litro de água e bicarbonato de sódio. Se der para substituir o sal de cozinha pelo sal marinho, melhor, visto que o sal de cozinha pode causar mais irritação no nariz.


LEIA TAMBÉM:


Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui