Para assistir online: a infância de povos indígenas em seis curtas-metragens

Série de documentários mostra como povos indígenas do Alto Rio Negro atuam para o desenvolvimento das crianças

80
Para assistir online: a infância de povos indígenas em 6 curtas-metragens; menina índia apoia mãos sobre barco na beira de um rio, cena do curta
Cena do documentário “Daire Késia” da Série Pequenas Exploradoras, com direção de Rita da Silva e Kurt Shaw | Foto: Divulgação

Leia em 2 minutos

O dia a dia das crianças indígenas que vivem em aldeias são o foco de uma série de seis curtas-metragens que serão disponibilizados, de 6 a 10 de julho, no canal do YouTube da Usina da Imaginação. Os filmes, dirigidos por Rita da Silva e Kurt Shaw, retratam como os indígenas pensam e atuam no desenvolvimento das crianças pequenas e ouviram relatos e experiências dos povos originários do Alto Rio Negro acerca das formas de cuidar, educar, alimentar, proteger, e transmitir conhecimentos para os pequenos. A série de curtas é dividida em seis temáticas: Nutrição e Saúde; Proteção; Orientação; Canto, Contos, Música e Linguagem; Estímulos; Gravidez e Parto. 

“Eu estava muito interessada na relação das mães com bebês, porque estávamos carregando a Helena. Ela tinha 4 anos. Foi quando começamos a falar mais da primeira infância com os povos indígenas”, conta a diretora e também antropóloga Rita, mãe de Helena. O projeto da série de documentários venceu o edital Saving Brains, do Governo do Canadá, em 2017. 

Os ensinamentos passados nas aldeias dos mais velhos aos mais novos fazem parte dos temas retratados nos vídeos. “Eu tento chamar as crianças no momento em que meu pai faz um ‘tipiti'”, conta Irineu Rodrigues, do grupo indígena baniwa da comunidade Yamado, pontuando como ensinam os pequenos a trançar a prensa de palha usada para escorrer e secar raízes como a mandioca, base da alimentação dos povos ribeirinhos da Amazônia. “Não é da forma que você adquire o conhecimento ocidental, que você senta numa sala de aula e você vai ter um professor na sua frente”, reforça. 

O projeto da série de documentários venceu o edital Saving Brains, do Governo do Canadá, em 2017. No Brasil, a iniciativa tem apoio da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal e da Fundação Bernard van Leer. 

Debates online e gratuitos

As exibições serão realizadas no MIMUS: Múltiplas Infâncias, Múltiplos Saberes, uma programação de debates on-line e gratuitos que reunirão 15 convidados de vários estados do país, entre lideranças, pesquisadores em diversas áreas e representantes nos temas que atravessam a infância. O evento quer enfatizar, discutir e compartilhar relatos sobre a riqueza das formas de criar crianças nos povos indígenas, quilombolas e nas comunidades que vivenciam religiões de matriz africana. 

Serviço 
MIMUS: Múltiplas Infâncias, Múltiplos Saberes 
6 a 10 de julho 
Pelo www.youtube.com/usinadaimaginacao 
GRATUITO 
Inscrições abertas: mimus.usinadaimaginacao.org/ 
Nosso material completo está aqui. 


Leia também: 14 curtas que nos ajudam a falar com os filhos de sentimentos e valores


Gostou do nosso conteúdo? Receba a Canguru News semanalmente no seu e-mail. É grátis!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui