3 atividades longe das telas para estimular o cuidado com os olhos no verão

Oftalmologista sugere brincadeiras para fazer nas férias que, além de serem muito divertidas, ainda auxiliam nos cuidados com a saúde ocular. Confira!

280
Três crianças brincando com uma gaivota de papel ao ar livre
Brincar ao ar livre é uma ótima opção para curtir o verão longe das telas
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

O verão é o momento perfeito para brincar e se divertir ao ar livre. Mas não podemos negar que, principalmente durante as férias, as crianças acabam passando grande parte do tempo em frente às telas, o que pode ser prejudicial para a saúde como um todo, principalmente para os olhos. Estudos já comprovaram que o uso excessivo dos eletrônicos está relacionado com o aumento de casos de miopia, por exemplo. Para manter os cuidados com os olhos em dia, que tal sugerir uma tarde repleta de atividades longe das telas?

Sem dúvidas, é um grande desafio propor brincadeiras ao ar livre, sem nenhum eletrônico, que cative a atenção dos pequenos. Para ajudar os pais nessa tarefa, Celso Cunha, oftalmologista e consultor da HOYA Brasil, empresa japonesa que produz lentes de óculos, traz dicas de programas que, além de serem muito divertidos, ainda vão reforçar o cuidado com os olhos dos pequenos.

LEIA TAMBÉM:

“Nas férias, os pais costumam ter mais tempo com as crianças e esse é um ótimo período para intensificar a observação de como anda a saúde ocular dos pequenos, pois eles nem sempre demonstram claramente que estão com baixa visão, principalmente quando ela é somente em um olho”, alerta Celso. Existem alguns sinais que são importantes de prestar atenção, como aproximar muito os objetos dos olhos, ter lacrimejamento em excesso, coceira nos olhos frequente, mau desempenho escolar, deixar os olhos cerrados para ver objetos longe ou apresentar muita sensibilidade à luz. 

“Às vezes, com algumas brincadeiras, é possível identificar algum desses sinais e aí é muito importante que os pais programem uma visita ao oftalmologista o quanto antes”, comenta Celso Cunha. Confira três dicas do especialista de atividades para aproveitar mais tempo de qualidade com as crianças durante as férias e, de quebra, ainda auxiliar nos cuidados com a saúde dos olhos! 

1. Comentar sobre a paisagem

Para quem vai fazer uma viagem mais longa de carro, ônibus ou avião, essa é uma boa brincadeira para se fazer com a família toda. Olhe pela janela e converse sobre o que estão vendo, os animais, as plantas, as nuvens…use a imaginação para entreter o pequeno! A brincadeira pode continuar mesmo depois de chegar ao destino, pois vai evitar que a criança se apegue à tela do celular, do tablet ou de qualquer outro aparelho eletrônico.

“É recomendado que crianças menores de dois anos tenham zero exposição a telas e, as maiores, no máximo uma hora por dia. O excesso de exposição às telas não só pode afetar os olhos das crianças como interferir em inúmeras conexões do desenvolvimento cerebral, que acarretam, com frequência, transtornos de ansiedade, depressão e atenção”, explica Celso Cunha.

2. Brincadeiras ao ar livre durante o dia

Desde a bolha de sabão à amarelinha, qualquer brincadeira está valendo. É muito importante que as crianças sejam estimuladas – física ou cognitivamente – para que tenham um crescimento saudável. “Estudos apontam que crianças que brincam ao ar livre por cerca de duas horas têm mais estímulo à imaginação e criatividade, além de incentivo ao desenvolvimento psicomotor. Somado a isso, essas atividades são realizadas durante o dia, estimulamos, com a luz do Sol, a produção de dopamina, um dos neurotransmissores responsáveis por regular o crescimento dos olhos”, explica o profissional. Pega-pega, esconde-esconde, pula corda e pintura são ótimas opções que prendem a atenção da criançada.

3. Praia e Piscina

Durante o calor, não há nada como se refrescar na água. Ir à praia ou montar uma piscininha com certeza fará o maior sucesso com os pequenos. “Nas férias, é bastante comum que as atividades nas praias e piscinas sejam intensificadas, o que é ótimo, pois estimula a criança a fazer atividades físicas e gastar a energia acumulada”, diz Celso Cunha.

Mas, no meio da diversão, não esqueça dos cuidados com a pele e os olhos. “É importante que se evite a longa exposição solar nos horários de alta incidência de raios UV (entre 10 e 14h) e é de extrema importância que se faça uso de óculos solares, que devem ter boa qualidade para filtrar os raios UV, assim como proteger os olhos de possíveis incidentes, como entrada de areia”, finaliza o oftalmologista.

LEIA TAMBÉM:

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News, sempre no último sábado do mês, no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui