Segurança no carro: veja quais são as cadeirinhas indicadas para cada faixa etária

Promover o transporte seguro é a melhor maneira de evitar riscos; Campanha Maio Amarelo faz um alerta para o grande número de acidentes no trânsito com crianças

318
Pai coloca cinto no filho que está em cadeirinha dentro do carro
Entre 1 e 4 anos de idade, as crianças devem ser transportadas em cadeirinhas
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

A campanha Maio Amarelo visa lembrar a população da importância de tomar cuidado no trânsito e diminuir os acidentes. A segurança no carro é de extrema importância, especialmente quando se trata do transporte de crianças. Para garantir a proteção dos pequenos, é necessário seguir algumas medidas e utilizar os dispositivos adequados durante o trajeto.

Desde o momento em que saem da maternidade, as crianças devem ser transportadas em assentos apropriados e nunca devem ser carregadas no colo. Os acidentes automobilísticos são uma das principais causas de morte e ferimentos graves em crianças e adolescentes, e a maioria deles ocorre enquanto as crianças estão dentro do veículo.

Para ilustrar a gravidade e o impacto dos acidentes, destaco alguns dados: em 2018, 680 crianças entre 5 e 14 anos morreram vítimas de acidentes de trânsito e, em 2019, 8704 foram hospitalizadas, segundo o Ministério da Saúde.

Para evitar acidentes, é importante utilizar no carro bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação certificados pelo Inmetro, ou que possuam certificação americana ou europeia. Mesmo em trajetos curtos e em áreas de baixa velocidade, é fundamental utilizar os dispositivos corretos, pois muitos acidentes ocorrem nessas circunstâncias. Estudos mostram que transportar crianças de maneira segura pode reduzir o risco de óbito em até 71% em caso de acidentes.

A seguir, veja quais são as cadeirinhas adequadas para cada faixa etária, de acordo com as recomendações do Conselho Nacional de Trânsito (Contran):

LEIA TAMBÉM:

  • Crianças até 1 ano de idade devem ser transportadas em bebê conforto, no banco traseiro, com inclinação de aproximadamente 45º, voltadas para o vidro traseiro, ou seja, de costas para o movimento. As tiras da cadeirinha devem sair da fenda localizada na altura do ombro do bebê, ou acima, e devem ser ajustadas ao corpo com um dedo de folga entre o peito e as tiras.

Quando é hora de trocar o bebê conforto pela cadeirinha?

  • De acordo com a legislação brasileira, o bebê conforto deve ser usado até a criança completar 1 ano de idade. Ou quando o bebê atingir o limite máximo de peso suportado, que geralmente é de 13 kg, ou ainda quando a cabeça do bebê ultrapassar o limite do bebê conforto. Caso as perninhas do bebê permaneçam dobradas quando ele estiver no bebê conforto, fique tranquila, a segurança está garantida.
  • Entre 1 e 4 anos de idade (aproximadamente 9 a 18 kg), as crianças devem ser transportadas em cadeirinhas, no banco traseiro do carro, na posição vertical e voltadas para frente. As tiras da cadeirinha devem sair da fenda localizada na altura do ombro do bebê, ou acima, e devem ser ajustadas ao corpo com um dedo de folga entre o peito e as tiras. O topo das orelhas da criança não deve ultrapassar o encosto da cadeirinha no carro.
  • Entre 4 e 10 anos de idade (aproximadamente 15 a 36 kg), existem duas opções seguras: cadeirinhas apropriadas para o peso da criança ou um assento de elevação, conhecido como “booster”, no banco traseiro do carro. O assento de elevação deve ser colocado no banco traseiro e garante que o cinto de três pontos esteja posicionado corretamente no corpo da criança, passando pelo centro do ombro e peito, e sobre os quadris. A altura das orelhas da criança não deve ultrapassar o topo do encosto do banco do veículo.
  • Somente crianças com altura superior a 1,45 m podem utilizar o cinto de segurança sem a necessidade de outros dispositivos. Nesse momento, a criança será capaz de apoiar as costas completamente no encosto e dobrar os joelhos confortavelmente na borda do banco. Além disso, o cinto estará na posição correta, passando pelo centro do ombro e peito da criança, e sobre os quadris. Normalmente, essa altura é alcançada entre 9 e 13 anos de idade.
  • No Brasil, é permitido que crianças a partir de 10 anos de idade e com altura mínima de 1,45 m ocupem o banco da frente, mas é altamente recomendado evitar essa prática sempre que possível. Viajar de carro no banco traseiro e com os cintos afivelados é sempre mais seguro.

É fundamental respeitar essas orientações e garantir a segurança das crianças no carro, proporcionando-lhes os dispositivos adequados para cada fase do seu desenvolvimento.

*Este texto é de responsabilidade do colunista e não reflete, necessariamente, a opinião da Canguru News.

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui