Para ler com seus filhos: Som e sentido

Dois livros que nos convidam a um jogo divertido com a língua portuguesa e com as possibilidades gráficas da obra ilustrada

Leia em 2 minutos

Os dois livros a seguir brincam com o som e o sentido. Os nomes das personagens revelam um tanto das suas personalidades. Serão imutáveis ou não? São leituras que nos convidam a um jogo divertido com a língua portuguesa e com as tantas possibilidades gráficas do livro ilustrado. Duas obras que se amplificam quando lidas com as crianças, pois mediadores e ouvintes leitores podem trocar olhares cúmplices de identificação com algum momento das histórias. Ou, mesmo para os que não viveram nada semelhante, esses livros estão ali a nos convidar para passar um tempo juntos na partilha dos afetos, dos sorrisos. Afinal, você não perderia a oportunidade de se divertir com um bom livro. Não? Eu também!

NANÃO é título do livro e o nome da estranha personagem que tem um problema: a tudo responde NÃO! Se o convidam para um passeio ou para um lanche, ele responde com um sonoro “NÃO”. É possível que em algum momento você tenha vivido um momento assim como protagonista ou coadjuvante. O autor recria uma criatura que foi desenhada primeiro por seu filho. E seu reconhecido talento como designer gráfico nos oferta um delicado jogo visual entre texto e imagem que tem seu ápice na solução do problema em que, mesmo respondendo “NÃO”, Nanão faz algo que não fazia antes: sorri. Leveza, humor e criatividade num livro para todas as idades.

EU NÃO ACHO DE JEITO NENHUM é o título que nomeia dois amigos inseparáveis: EU NÃO ACHO e DE JEITO NENHUM, personagens centrais dessa narrativa. Apesar da amizade, os dois vivem discordando um do outro. O projeto gráfico e as ilustrações se apropriam predominantemente das cores vermelho e preto para mostrar a proximidade e a oposição dos colegas. Irredutíveis, permanecem teimosos mesmo quando suas convicções conduzem ao sofrimento. Ao final, os autores, num casamento perfeito entre texto e imagem, resolvem as intrigas com um desfecho surpreendente, mandando as certezas para um novo caminho.

Ficha Técnica:
NANÃO
Texto e ilustrações de Gustavo Piqueira. 56 páginas. Pulo do Gato, 2020.
Sobre o autor: Gustavo Piqueira, é designer paulistano com mais de 20 obras publicadas. É um dos mais premiados designers gráficos do país. Fez este livro a partir de uma história e desenhos do seu filho Milo.

EU NÃO ACHO DE JEITO NENHUM
Texto de Blandina Franco e ilustrações de José Carlos Lollo. 40 páginas. Companhia das Letrinhas, 2017.
Sobre os autores: Blandina Franco, é paulista, escritora, com cerca de 50 livros publicados. Esse livro recebeu a Menção Honrosa do Prêmio João de Barro. José Carlos Lollo, é paulistano, ilustrador e diretor de arte, com cerca de 50 livros publicados. Esse livro recebeu a Menção Honrosa do Prêmio João de Barro.

LEIA TAMBÉM: Para ler com as crianças: cinco toques de humor e nonsense

Gostou do nosso conteúdo? Receba a Canguru News no seu e-mail. É grátis!

Escritor, jornalista, contador de histórias e mediador de leitura do projeto Roedores de Livros (DF). Alguns dos seus livros já receberam importantes prêmios, como o Prêmio Jabuti, o Selo Altamente Recomendável para Crianças, da FNLIJ, além de integrar seleções de destaque (Selo DISTINÇÃO da Cátedra Unesco de Leitura PUC-RIO e Os 30 Melhores Livros do Ano, da Revista Crescer e Catálogo de Bologna). Foto: Andressa Anholete

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui