Para ler com seus filhos: Cinco toques de humor e nonsense

Conheça dois livros escritos em limeriques, poema de versos curtos e engraçados

655

Leia em 2 minutos

Você conhece os limeriques? São poemas em cinco versos, que apostam na graça e no absurdo. Os versos 1, 2 e 5 são mais longos e rimados entre si. Os versos 3 e 4 são mais curtos e também rimam entre si. Esse formato de poema foi popularizado na Grã-Bretanha por Edward Lear, no século XIX, mas continua bem vivo em livros para crianças. A saudosa Tatiana Belinky publicou vários livros nesse gênero e autores como José Paulo Paes e Cesar Obeid também se mostraram craques no assunto.

Para a coluna deste mês, destaco um lançamento e um livro mais antigo. O lançamento é Deu limerique na casa do bicho, de Alexandre Castro Gomes. Alex seguiu à risca a métrica preferida de Lear – os versos mais longos com 8 sílabas poéticas e os mais curtos com 5. Cada limerique imagina como é a casa de um bicho e explora curiosidades da vida dos animais. Como uma arquiteta, a ilustradora Cris Alhadeff desenha as plantas baixas de casa uma das casas. Veja a árvore que é a casa do esquilo:

Coquinho e noz com cascão
castanha, avelã e pinhão.
Amêndoa colhida
e toda a comida
guardamos no chão do porão.

LEIA TAMBÉM: Para ler com seus filhos: Uma vovó e um vovô cheios de amor e brincadeira

Já os Limeriques para pinturas foram criados por Elias José em 2007, inspirados nos quadros divertidos e bem coloridos de Gustavo Rosa, ambos infelizmente já falecidos. Sem se preocupar em seguir rigidamente a métrica dos limeriques clássicos, Elias cria cenas breves e sugestivas, que nos apresentam personagens ricos e inusitados, a exemplo dessa bailarina:

Depois de tanto sucesso em balés no Municipal,
Marina virou a primeira bailarina do carnaval.
A família se alegrou, aplaudiu.
O noivo azedou e partiu.
Sem noivo, Marina ficou mais linda e legal!

Ficha técnica dos livros:
DEU LIMERIQUE NA CASA DO BICHO. Texto de Alexandre Castro Gomes. Ilustração de Cris Alhadeff. Editora Cortez, 2019.

LIMERIQUES PARA PINTURAS Texto de Elias José, imagens de Gustavo Rosa. Editora Noovha America, 2007.

Sobre os autores
Alex Gomes, carioca, é escritor com mais de 30 livros publicados para crianças e jovens.
Cris Alhadeff, carioca, é ilustradora e designer com dezenas de livros publicados, além de criadora de estampas.
Elias José foi um escritor e professor mineiro, autor de dezenas de livros de prosa e poesia, para crianças e adultos.
Gustavo Rosa, paulista, foi um dos grandes nomes da arte contemporânea no Brasil.

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Canguru News.

LEIA TAMBÉM: Para ler com os filhos: Saudação e convite

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

O escritor Leo Cunha publicou mais de 60 livros, como “Um dia, um rio”; (Ed. Pulo do Gato), “Virando a página”; (Ed. FTD), “Infinitos”; (Ed. Melhoramentos) e “O Livro Maluco das Poções Mágicas”; (Ed. do Brasil). Recebeu os principais prêmios da literatura infantil brasileira, como Jabuti, Nestlé, FNLIJ, Biblioteca Nacional e João- de-Barro. É também jornalista, tradutor e professor universitário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui