Para ler com seus filhos: O vôo ancestral

Leia em 3 minutos

Já faz algum tempo que editoras de Literatura Infantil publicam livros de autores indígenas. Uma legítima representatividade que cresce, embora precise ser ampliada e conhecida por nossas crianças. Em muito desses livros, além de oferecer ao leitor histórias muito bem escritas, encontramos elementos culturais em seu enredo. E isso nos aproxima enquanto brasileiros. Para esta coluna, escolhi dois livros de autores indígenas que escrevem sobre pássaros, mulheres sábias e um universo indígena que nos convida a voar no vasto céu da nossa ancestralidade. Uma literatura para nosso cotidiano leitor. Muito além das leituras pedagógicas agregadas ao 19 de abril.

Livros de autores indígenas como

Em O PÁSSARO ENCANTADO descobrimos que a ave do título, é gigante, de penas coloridas e também conhecida como o pássaro ancestral. Uma aldeia lamentava a morte do Grande Avô, o pajé. Uma tristeza que também habitava o espírito da Grande Avó. Um dia, ela vai à mata em busca de algo que trouxesse a alegria de volta. Lá, recorda o canto do pássaro que conheceu na infância e que há muito não via. O pássaro ressurge e a acompanha de volta à aldeia. A presença da ave, sua beleza e seu canto devolvem a alegria ao grupo. Uma bela metáfora sobre a alegria que floresce ao descobrimos nossas raízes.

Capa do livro

A ORIGEM DO BEIJA-FLOR nos apresenta a viúva Guanãby e sua filha Potyra. A ausência do marido mergulhou a esposa numa tristeza que a consumiu, deixando a filha órfã. Esta, por sua vez, não resistiu à dor da saudade da mãe. Naquele lugar, acreditava-se que, ao morrer, a alma se transformava em borboleta. Assim, Guanãby voava por entre as flores que Potyra plantara em vida. Mas ao morrer, a alma da menina ficou presa numa flor. A mãe, então, se transformou em pássaro, libertou a filha e deu um final feliz e belo à história. Bilíngue (português e maraguá), o livro nos oferece o significado de algumas palavras e nos aproxima da cultura desse povo.

Ficha técnica dos livros:

O PÁSSARO ENCANTADO. Texto de Eliane Potiguara e ilustrações de Aline Abreu. 32 páginas. Jujuba, 2014.
Sobre os autores: Eliane Potiguara é carioca, descendente do povo potiguara, escritora e professora. Aline Abreu vive em São Paulo. É ilustradora, escritora e Mestre em Literatura e Crítica Literária.

A ORIGEM DO BEIJA-FLOR. Texto de Yaguarê Yamã e ilustrações de Thaísa Borges. 36 páginas. Peirópolis, 2012.
Sobre os autores: Yaguarê Yamã, da etnia maraguá, é escritor, geógrafo, ilustrador e líder indígena nascido no Amazonas. Taísa Borges, paulista, é artista plástica e ilustradora de livros infantis e quadrinhos.

Tino Freitas
Escritor, jornalista, contador de histórias e mediador de leitura do projeto Roedores de Livros (DF). Alguns dos seus livros já receberam importantes prêmios, como o Prêmio Jabuti, o Selo Altamente Recomendável para Crianças, da FNLIJ, além de integrar seleções de destaque (Selo DISTINÇÃO da Cátedra Unesco de Leitura PUC-RIO e Os 30 Melhores Livros do Ano, da Revista Crescer e Catálogo de Bologna).

Escritor, jornalista, contador de histórias e mediador de leitura do projeto Roedores de Livros (DF). Alguns dos seus livros já receberam importantes prêmios, como o Prêmio Jabuti, o Selo Altamente Recomendável para Crianças, da FNLIJ, além de integrar seleções de destaque (Selo DISTINÇÃO da Cátedra Unesco de Leitura PUC-RIO e Os 30 Melhores Livros do Ano, da Revista Crescer e Catálogo de Bologna). Foto: Andressa Anholete

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui