Filhos melhores para o mundo

Novo coronavírus

Informações e orientações para toda a família

Apoio:

Coronavírus: que vírus é esse?

Em 31 de dezembro de 2019, a Organização Mundial de Saúde (OMS), recebeu um alerta de casos de pneumonia na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China. Esses casos caracterizavam uma nova cepa do coronavírus que não havia sido identificada em seres humanos.

Os coronavírus causam infecções respiratórias e até agora, sete tipos já foram identificados: HCoV-229E; HCoV-OC43; HCoV-NL63; HCoV-HKU1; SARS-COV (que causa síndrome respiratória aguda grave); MERS-COV (que causa síndrome respiratória do Oriente Médio); e o, mais recente, novo coronavírus (que no início foi temporariamente nomeado 2019-nCoV e, em 11 de fevereiro de 2020, recebeu o nome de SARS-CoV-2). Esse novo coronavírus é responsável por causar a doença COVID-19.

Como acontece a transmissão?

Por vias respiratórias, como pelo ar e por gotículas de espirros e da fala de pessoas infectadas

Por contato físico, como apertos de mão, beijos e abraços

Por contato com superfícies contaminadas com gotículas do vírus como segurar copos, celulares, maçanetas e apoios de transporte público.

Sintomas do coronavírus

Os sintomas mais comuns são tosse seca, febre e cansaço, segundo a Organização Mundial da Saúde.

Tosse seca

Febre

Cansaço

Em alguns casos, pessoas infectadas podem sentir dores no corpo, congestionamento nasal, inflamação na garganta ou diarreia leves.

Os casos mais graves da doença apresentam síndrome respiratória aguda e insuficiência renal. Pacientes com doenças cardiovasculares têm mais probabilidade de desenvolver o quadro mais grave da Covid-19.

Quando procurar um médico?

Caso indivíduo apresente os sintomas acima ou tenha entrado em contato com alguém que esteve há menos de 14 dias nos seguintes países: China, Alemanha, Austrália, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Camboja, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Japão, Tailândia, Vietnã e Singapura.

Clique aqui e encontre a unidade hospitalar do Grupo Leforte mais próxima de você.

Casos no Brasil e no mundo

Acompanhe a atualização dos casos de coronavírus pelo mundo em tempo real.

Fonte: Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas da Universidade Johns Hopkins (EUA)

Ações importantes para prevenir o coronavírus

1. Realizar lavagem frequente de mãos, principalmente após tossir ou espirrar

2. Utilizar lenço descartável para higiene pessoal;

3. Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

4. Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

5. Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;

6. Manter os ambientes limpos e ventilados;

7. Não compartilhar objetos de uso pessoal;

8. Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;

9. Evitar se deslocar enquanto estiver doente;

10. Para quem estiver em locais de alta circulação do vírus, evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercado de animais e seus produtos.

Quando é necessário a internação? Existe tratamento ou vacina contra o coronavírus?

Não existem vacinas ou medicamentos próprios para combater o novo coronavírus. Por enquanto, cientistas estão testando medicamentos. Os pacientes que estão com a doença recebem tratamento apenas para aliviar os sintomas.

A internação é necessária somente para pessoas que apresentam agravamento dos sintomas como insuficiência respiratória aguda ou sepse e pneumonia. Caso contrário, a indicação é isolamento domiciliar durante 14 dias a partir do início dos sintomas. O paciente deve usar máscara cirúrgica descartável, evitar contato com amigos e familiares, higienizar as mãos e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Dúvidas sobre o coronavírus

Quem deve usar máscara? Só quem está doente ou quem quer se proteger do vírus?
Não é necessário o uso de máscaras para tentar se prevenir do Covid-19 no atual estágio da epidemia. Segundo a OMS, somente pessoas que estão doentes, com sintomas respiratórios é que devem usar máscaras para evitar a transmissão da doença para outros indivíduos. Devem usar também aqueles que por algum motivo estiverem em contato com alguém que apresentem qualquer sintoma gripal.

A recomendação é que a máscara seja usada bem justa ao rosto, sem vão laterais que permitam a circulação de gotículas que possam estar contaminadas.

Que produtos de limpeza devo usar para matar o coronavírus?
Para desinfetar o ambiente, podem ser usados desinfetantes de fácil acesso, como álcool 70%, água sanitária e até água e sabão. Apesar do vírus possuir uma camada de gordura protetora, ela não é resistente e, por isso, se dissolve com o uso desses produtos.

Devo me preocupar com a gravidade da doença?
O novo coronavírus é o mais contagioso de todos os tipos. Em apenas 48 dias, mil casos foram descobertos. O Sars levou mais de quatro meses para chegar a mil casos. E o Mers chegou a essa marca só depois de dois anos e meio.

Apesar disso, o novo coronavírus é menos letal. Até agora, morreram 3,4% dos que pegaram a doença. Menos de duas pessoas a cada 50. O Mers foi o mais perigoso: 38% dos infectados e 17 vítimas fatais em cada grupo de 50. Já o Sars matou 9,8% dos infectados. Em média, cinco em cada 50.

Viagens Internacionais devem ser evitadas?
O Ministério da Saúde recomenda que viagens à China ou a outros países que registraram casos de coronavírus só devem ser feitas em caso de extrema necessidade. Se precisar viajar, fique atento as medidas de prevenção contra a doença.

Cuidado com as fake news!

O Ministério da Saúde criou um número de WhatsApp (61) 99289-4640 para receber “informações virais” sobre o coronavírus, que serão cuidadosamente analisadas pelo governo federal.

Até agora, foram recebidas 6.500 mensagens, das quais 90% eram relacionadas à nova doença. Dessas, 85% são falsas. No site do Ministério da Saúde, essas informações ganharam um selo de fake News ou notícia verdadeira.

Listamos as principais aqui:

1. China cancelou todos os embarques de produtos por navio até março

2. Cura contra o coronavírus

3. Plástico bolha é o novo coronavirus

4. Semelhança do vírus HIV com o coronavírus

5. Situação fora do controle do coronavirus

6. Medicamentos eficazes contra o novo coronavírus

7. Óleos para combater coronavírus

8. Chá de abacate com hortelã previne coronavírus

9. O vírus é resistente em superfícies metálicas, onde se mantém vivo por até 12 horas;

10. Gargarejos são eficazes para combater o vírus nos primeiros dias, quando o coronavírus fica restrito a garganta.

Saiba mais aqui

Informação nunca é demais

Para ajudar no combate às fake news, o Ministério da Saúde lançou o aplicativo Coronavírus-SUS para ajudar a população a se informar melhor sobre o novo coronavírus. O app já está disponível para celulares com sistema Android ou IOs.

O aplicativo traz notícias atualizadas sobre o vírus, explica sintomas e oferece dicas de como se prevenir da doença. Escolha sua plataforma e faça o download: