Receita para uma viagem de sucesso nas férias

A pediatra Marcela Noronha sugere incluir as crianças nos planejamentos e assim ajudá-las a reduzir a ansiedade e fazer com se sintam respeitadas, seguras e úteis dentro do processo

108
Família entra nó mar de mãos dadas
A escolha do destino deve envolver toda a família; e se estiver difícil chegar a um acordo, fazer uma votação ou sorteio, por exemplo, pode ajudar
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

Vai tirar férias com a família? Hoje trago aqui uma receita para suas férias serem inesquecíveis. Muitas vezes programamos uma viagem, mas esquecemos de incluir as crianças nos planejamentos. É fundamental que todos os participantes contribuam de alguma forma e colaborem no processo, pois isso diminui a ansiedade e garante que as necessidades de todos sejam atendidas.

Muitas vezes, na vontade de fazer uma viagem memorável, elaboramos todo o roteiro baseado no que nós achamos que será o melhor e esquecemos de levar em conta as opiniões e vontades das crianças, que podem ser diferentes do que nós julgamos ser bom. 

Além disso, muitos pais, para evitar que os filhos fiquem ansiosos – o que pode provocar problemas de sono e questionamentos intermináveis – acabam programando tudo de forma sigilosa, só contando quando não há mais como esconder. 

Esse tipo de atitude, na verdade, gera mais ansiedade, pois, ao não saber o que vai acontecer, a criança não se sente respeitada, segura ou útil dentro do processo. 

Para ter umas férias de sucesso convido vocês a seguir esses passos e depois me contar como foi a experiência:

LEIA TAMBÉM:

  • Reúna toda a família para decidir, dentro das possibilidades, onde vocês irão passar as férias. Se estiver muito difícil chegar a um acordo, fazer uma votação, sorteio ou lista de prós e contras pode ajudar. Isso gera uma forte conexão familiar e ensina respeito.
  • Quanto mais todos estiverem inseridos no processo de escolher a hospedagem, lugares a serem visitados, itinerário, coisas para comprar antes de viajar, quais as comidas que serão disponibilizadas, com quem vai ficar o pet, quanto dinheiro vão poder gastar com mimos e presentes… melhor, pois vocês estarão aumentando sua capacidade de comunicação efetiva, argumentação, paciência, frustração e autocontrole.
  • Um pouco antes da viagem pensar no que precisa levar dentro das malas e deixar que cada um seja responsável por fazer a sua mala. Ajude no que for preciso, mas não faça por eles. Isso desenvolve responsabilidade, senso de organização e capacidade.
  • Converse sobre o que você espera da viagem e convide seus filhos a darem seus pontos de vista, colaborando para desenvolver mais empatia.
  • Pensem antes de viajar quais são os possíveis problemas que podem aparecer e como vocês estarão prontos para resolvê-los caso aconteça algo, mas principalmente como preveni-los. Bons exemplos de prevenção de problemas são: programar paradas para ir no banheiro, ter alguns lanches rápidos na bolsa, manter-se perto das malas, uma pessoa ficar responsável pelo dinheiro ou pelo tempo. Solucionar problemas é uma habilidade fundamental para ser bem-sucedido. 

Boa viagem!

*Este texto é de responsabilidade do colunista e não reflete, necessariamente, a opinião da Canguru News.

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

Marcela Ferreira Noronha
Pediatra, educadora parental e nefrologista infantil. Mãe do Lucas, 9 anos, e da Isabela, 3 anos. Formada em medicina pela Universidade São Francisco (SP) em 2006, com residência em pediatria pelo Hospital Menino Jesus de São Paulo, e especialização em nefrologia infantil pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Educadora Parental certificada pela Positive Discipline Association. Fez pediatria por vocação e tem como missão de vida tornar crianças e adultos felizes, respeitosos, com inteligência emocional, senso comunitário, física e emocionalmente saudáveis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui