Fotógrafa dá fotos de presente às mães que moram no mesmo condomínio que ela

Fotos foram tiradas para Dia das Mães; fotógrafa Fran Mendonça fez homenagem às mães que são suas vizinhas, deixando mais leve o dia de quem está passando a quarentena tão perto dela

0
Mãe e seus dois filhos posam na porta de casa para fotógrafa que fez homenagem no Dia das Mães.
Fotos foram tiradas dos corredores e enviadas às mães pelo WhatsApp. Foto: Fran Mendonça

A fisioterapeuta Fran Mendonça, de Belo Horizonte, tem um hobby: ela é fotógrafa nas horas vagas. Ela também é mãe do pequeno Davi, de três anos. E, no Dia das Mães, pensando em como fazer uma homenagem especial, a fotógrafa decidiu dar um presente às mães que estão tão próximas dela: suas vizinhas. “Queria fazer alguma ação para as mães. Escutei de várias delas o quanto o processo na quarentena tem sido sofrido: ser mais multitarefa que nunca!”, explica Fran. E então veio a ideia: fotografar as mães que moram no mesmo condomínio que ela com os filhos e dar essas fotos de presente a elas. Ela fala um pouco de como pensou neste presente tão diferente:

“Pensei que, para fotografar, eu não preciso ter contato nem estar perto. Fazer as mães se deslocarem (ou eu, asmática, me deslocar) seria um risco. E foi então que recebi um interfonema de uma vizinha reclamando de outra… ambas mães, o que me trouxe a ideia… quem sabe eu consigo aliviar as tensões dentro condomínio onde moro? Trazer a ideia de que estamos todas passando pela mesma tempestade, mas que o melhor nós já temos!”. 

Leia também – Saberes em época de pandemia: o que seus filhos realmente precisam aprender agora?

Para fazer a homenagem de Dia das Mães, a fotógrafa entrou em contato com as vizinhas pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. “As que eu não tinha o contato, perguntei para o síndico. Tentei entrar em contato com o máximo de mães possível”, diz ela. Ao entrar em contato, Fran fez três perguntas para as mães: 

  • Posso passar na sua casa amanhã, só do corredor e de máscara para te dar um presente?
  • Chego, passo álcool em gel, toco a campainha. Você chama seus filhos e abre a porta para mim? 
  • Você confia em mim? Vou fazer uma foto do corredor mesmo e vou embora.

Fran então foi até a porta das que aceitaram e, tomando todos os cuidados e mantendo a distância segura das outras pessoas, tirou as fotos das mães com seus filhos. O resultado você confere abaixo: 

Leia também – Momentos especiais: nesta quarentena, reserve um tempo diário para estar junto a cada um de seus filhos

As fotos foram mandadas de presente para as mães pelo WhatsApp mesmo, juntamente com o seguinte texto: 

“Olá.
Ontem, Dia das Mães, dediquei o dia para dar um ‘presente’ às mães do nosso condomínio. Meu objetivo era falar e combinar com o maior número de mães que eu conseguisse e dar o melhor de mim para que a foto ‘sem luz e no meio do corredor’ ficasse ‘boa’ e, assim, vocês gostassem do presente. Para isso, fiz alguns pedidos:
Comecei perguntando: Posso te dar um presente?
E você aceitou.
Você abre a porta da sua casa para que eu possa te dar esse presente?
E você aceitou.
Alguns me perguntaram se era na porta mesmo, alguns um pouco desconfiados… e eu disse:
Confia em mim?
E você confiou.
Que grandiosidade a sua!
Mas sabem quem ganhou o maior presente? Eu!
Ganhei principalmente sorrisos. Vi afeto. Enquadrei abraços.
Foquei no que vocês têm de mais valioso.
Não precisamos ir longe, não precisamos fazer coisas grandiosas.
Nessa época tão conturbada, talvez a gente já faça muito e principalmente circule energia positiva se deixarmos de olhar apenas para as nossas dores e fizermos um pouco por quem está perto, com o coração aberto. O que podemos, com esforço, mas dentro das nossas possibilidades. Foi esse o meu exercício, me fez um bem danado e me fez agradecer muito ao final do dia (mesmo com o marido reclamando e o filho choramingando…rs).
Era um dia para doar! E o que é ser mãe? Exatamente isso!
Feliz Dia das Mães para todas vocês, cada uma com suas dores, com sua história e com sua luta. O mais importante já temos e o momento presente, como o nome diz, é o nosso maior presente! Fica o registro em forma de fotografia!
Com muito carinho!
Fran Mendonça Fotografia.”

Leia também – Mães na quarentena: 40 relatos dos primeiros 40 dias 

A fotógrafa afirma que ainda quer imprimir as fotos que tirou para a homenagem de Dia das Mães, para não ficar só no digital. Ela também ressalta que o objetivo do texto que enviou junto com as fotos era passar uma mensagem sobre o que realmente importa. “O texto que enviei para elas é sobre isso. Ganhar abraços, enquadrar sorrisos, focar no que é mais importante!”, afirma. Para Fran, a fotografia possibilitou que ela própria tivesse esse foco no que é bom. “A fotografia nasceu como hobbie, depois terapia e virou uma segunda profissão, onde dou asas ao meu lado artístico. Permiti a mim mesma me profissionalizar. É uma forma de direcionar meu olhar para as coisas boas”, finaliza ela. 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a nossa newsletter. É grátis!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui