Consed divulga documento com orientações para retomada de aulas presenciais em todo o país

Lista de medidas a serem adotadas pelas escolas incluem disponibilização de álcool em gel e máscaras e controle de temperatura de alunos e funcionários

4133
Criança usando mochila e máscara em ilustração à matéria sobre as medidas divulgadas para a reabertura das escolas.
Várias medidas sanitárias integram o documento divulgado pelo Consed

Leia em 3 minutos

O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) divulgou um documento com diretrizes para orientar a retomada das aulas presenciais em todo o país. O documento traz medidas a serem adotadas pelas escolas em sua reabertura. Entre essas medidas estão a disponibilização de máscaras individuais e dispensadores de álcool em gel, o controle de temperatura de alunos e funcionários, o revezamento de horários de deslocamentos coletivos (entrada, saída e recreio) e a sinalização de rotas dentro da escola para que alunos mantenham o distanciamento social.  

No documento, o Consed ainda recomenda que seja realizada a orientação prévia a estudantes, servidores e famílias quanto à reabertura das escolas, especialmente sobre os cuidados sanitários. Também deve haver o levantamento dos servidores que são de grupos de risco, para que atuem em trabalho remoto, e o estabelecimento de procedimentos de acolhimento de estudantes e servidores. 

Leia também – 8 dicas para praticar o consumo consciente com as crianças 

Veja abaixo algumas das principais diretrizes do Consed para a reabertura das escolas: 

Medidas de segurança sanitária 

  • Limitação do número de alunos por sala de aula e cancelamento de atividades em grupo; 
  • Revezamento dos horários de deslocamentos coletivos (entrada, saída, recreação, alimentação, entre outros); 
  • Sinalização de rotas dentro das escolas para que os alunos mantenham distância entre si;  
  • Controle da temperatura de estudantes e servidores; 
  • Disponibilização de dispensadores com álcool em gel em pontos de maior circulação (recepção, corredores e refeitório); 
  • Disponibilização de máscaras individuais; 
  • Lavatórios/pias com dispensador de sabonete líquido, suporte com papel toalha e lixeira com tampa com acionamento por pedal; 
  • Uso de tapetes com solução higienizadora para limpeza dos calçados antes de entrar na escola; 
  • Rotinas de aeração, higienização e desinfecção dos espaços escolares e de seus acessos (maçanetas das portas, por exemplo); 
  • Desativação de bebedouros com disparo para boca e incentivo à utilização de garrafinhas individuais; 
  • Orientação da equipe escolar para identificação de sintomas e aplicação de procedimentos em caso de suspeita de contaminação. 

Medidas pedagógicas 

  • Apresentação de alternativas para cumprimento da carga horária mínima anual (ampliação da jornada diária nas escolas ou reposição de aulas em sábados ou em turnos alternativos, como o noturno); 
  • Prorrogação dos calendários de atividades para o período de recesso ou para o ano seguinte; 
  • Adequação curricular, ensino híbrido. 

Medidas de gestão de pessoas 

  • Rotina de busca ativa dos alunos que não retornarem e de detecção precoce de alunos com maior risco de evasão; 
  • Rodízio de estudantes, reenturmação;  
  • Contratação temporária de professores e servidores; 
  • Capacitação do pessoal de serviços gerais para higienização; 
  • Apoio psicossocial a alunos e servidores. 

Leia também – Especialista realiza seminário online sobre como mães podem ajudar crianças a estudarem em casa 

Roteiro de contingência em caso de nova suspensão: 

  • Meios tecnológicos para reuniões virtuais dos educadores; 
  • Meios para continuidade do processo pedagógico, como plataforma de ensino mediado acessível para os estudantes;
  • Distribuição da alimentação escolar e/ou dos respectivos recursos financeiros às famílias dos estudantes;
  • Estratégias para efetivo acompanhamento dos estudantes.

A elaboração do documento levou em conta a experiência de outros países que já retornaram às aulas e foi realizada pela Frente Protocolo de Retomada, que reúne técnicos das secretarias estaduais de Educação sob a coordenação dos secretários Laura Souza, de Alagoas, e Cláudio Furtado, da Paraíba. O documento completo está disponível neste link

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a nossa newsletter. É grátis!

Jornalista formada pela Unesp. Foi trainee do jornal O Estado de S. Paulo e colaboradora em jornalismo da TV Unesp. Na faculdade, atuou como repórter e editora de internacional no site Webjornal Unesp e como repórter do Jornal Comunitário Voz do Nicéia. Também fez parte da Jornal Jr., empresa júnior de comunicação, e teve experiências como redatora e como assessora de comunicação e imprensa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui