Festa de 15 anos: como se planejar para realizar esse sonho com os filhos

O economista Carlos Eduardo Costa conta como toda a família se organizou para buscar opções alternativas que permitissem promover o evento

186
Festa 15 anos de Maria Eduarda, filha de Carlos Eduardo
Duda, a aniversariante, durante sua festa de 15 anos, com os pais e o irmão mais novo | Foto: arquivo pessoal
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais
Buscador de educadores parentais

Minha filha mais velha, Duda, sempre dizia que não queria festa nos seus 15 anos. O sonho dela era viajar com algumas poucas amigas para o Rio de Janeiro e se hospedar no Copacabana Palace.

Há alguns anos, tínhamos começado a fazer uma economia para poder celebrar essa data. A ideia era guardar um pouco a cada ano e conseguir juntar um valor que permitisse a realização do sonho da Duda e de nossa família.

No ano passado, ela começou a frequentar festas de 15 anos de suas amigas, foi se empolgando e passou a cogitar mudar os planos, trocando a viagem pelo evento. Em dezembro, conversamos e ela decidiu optar pela festa. Começamos então a fazer um planejamento. O passo inicial foi definir o orçamento. Tínhamos a economia feita ao longo do tempo e também algum valor que poderíamos guardar nos próximos meses.

A escolha do local foi uma etapa muito importante. Queríamos um espaço diferente, mas que não tivesse um valor de locação alto. O Acaiaca Rooftop atendeu esses objetivos. Situado no 25° andar de um dos prédios mais conhecidos de Belo Horizonte e com uma vista espetacular. O local já seria um diferencial da festa.

LEIA TAMBÉM:

Para o buffet, decidimos sair um pouco do tradicional. Pensamos em oferecer opções que agradassem aos jovens, que seriam maioria na festa, e também aos nossos amigos e familiares. Optamos por uma mesa de antepastos e buffet com hambúrguer, pizzas e salgadinhos. E o valor ficou dentro do planejamento.

Para a decoração, a Gabriela, minha esposa, que trabalha com decoração de eventos, pôde usar toda sua expertise profissional. Escolheu com a Duda a palheta de cores da festa e como seriam os ambientes. Alguns deles eram bem inovadores, como o espaço instagramável. Ela aproveitou algumas viagens a São Paulo para comprar material diferenciado e com um preço mais interessante, como balões e descartáveis. E conseguiu descontos com seus fornecedores habituais, o que permitiu que algumas coisas que não estavam originalmente planejadas pudessem acontecer.

Em resumo, um bom planejamento e um grande esforço para buscar alternativas criativas foram o segredo para a realização desse sonho familiar. E o que é mais importante, respeitando nossas possibilidades financeiras.

*Este texto é de responsabilidade do colunista e não reflete, necessariamente, a opinião da Canguru News.

Gostou do nosso conteúdo? Receba o melhor da Canguru News semanalmente no seu e-mail.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Seu nome aqui