Publicidade
Box Cambalhota
Box Cambalhota
Box Cambalhota

Adriana Drulla

8 Conteúdos0 COMENTÁRIOS
http://www.adrianadrulla.com.br
Adriana Drulla é mestre em Psicologia Positiva pela University of Pennsylvania (Estados Unidos), facilitadora do programa americano Mindful Self-Compassion para o desenvolvimento da autocompaixão, pós-graduanda em Terapia Focada na Compaixão pela University of Derby (Inglaterra). Autora do artigo científico Intergenerational Transmission of Self-Compassion, que trata da relação entre autocompaixão e parentalidade, escrito com Karen Bluth, pesquisadora e autoridade mundial nos temas autocompaixão e adolescência. Mãe da Chiara, 9 anos, e do Matteo, 4 anos.

Assim como somos pais imperfeitos, temos filhos imperfeitos

"Aproximei-me e contei-lhe uma história. Uma história de uma mãe que no dia anterior feriu os sentimentos dos filhos e sentiu culpa", relata Adriana Drulla

Mães, rasguem a capa!

"Existe um romantismo em volta da dedicação materna, que nos faz orgulhar de sermos super-heroínas", diz a colunista Adriana Drulla

Quando os erros ajudam o seu filho a ter sucesso no futuro

Em vez de elogios que destaquem qualidades e talentos da criança, é mais produtivo valorizar o processo e o esforço do seu filho

‘Mãe, eu te odeio’: como agir em casos de disputa de poder com o seu filho

Enquanto adultos, somos capazes de manejar essa agressividade e conter o desejo de xingar a mãe. Mas para a criança isso é difícil.

5 formas de comunicar ao seu filho que ele importa

Quando a criança se sente importante e valorizada pela família, ela se valoriza também.

5 razões que explicam por que as redes sociais fazem mal às crianças

A ciência começa a desvendar os prejuízos que o uso das redes pode causar nos jovens

Crianças precisam descobrir que são ‘antifrágeis’ para viver no mundo pós-covid

Após 9 meses de pandemia, descobrimos que não desejamos mais viver como antes. Revimos valores, prioridades. Queremos criar um novo normal mais coerente com quem nos tornamos

Impor limites ‘goela’ abaixo pode prejudicar a capacidade da criança regular a si mesma

A autorregulação se desenvolve quando a criança tem a opção da escolha, mesmo que essa não seja o seu desejo

Recentes

Publicidade

Siga-nos

24,456SeguidoresCurtir
13,206SeguidoresSeguir
446SeguidoresSeguir
88InscritosInscreva-se

Populares

Publicidade